O Grêmio conta com um novo nome para a comissão técnica em 2019. O clube recontratou Victor Hugo Signorelli, que já teve passagem pelo Tricolor, para trabalhar com o técnico Renato Gaúcho. A novidade na nominata para este ano terá na relação e observação do time de transição como uma de suas principais atribuições. Alexandre Mendes segue como braço direito do comandante e ídolo.

Signorelli trabalha no Grêmio há cerca de 10 dias, pouco depois da reapresentação do clube, e já figura no site oficial gremista como auxiliar técnico. Uma de suas responsabilidades será intermediar o contato da comissão profissional com os profissionais da transição, além da observação de ativos.

Victor Hugo Signorelli era auxiliar de Renato em 2013, assim como Roger Machado, hoje treinador — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Victor Hugo Signorelli era auxiliar de Renato em 2013, assim como Roger Machado, hoje treinador — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O agora auxiliar já passou pelo Grêmio e foi um pedido de Renato. Em 2013, Signorelli era auxiliar técnico do ídolo gremista, enquanto Alexandre Mendes, atualmente auxiliar, era o preparador físico à época. Ambos, agora, ocupam vagas do treinador na comissão técnica.

Na equipe montada para levar os jovens ao time principal, figuram nomes como o atacante Tetê, alvo do Shakhtar Donetsk, e o volante Victor Bobsin, também convocado para seleções de base constantemente, entre outros atletas. O treinador é Thiago Gomes, que ajudou na evolução tática especialmente de Jean Pyerre, hoje utilizado com frequência por Renato Gaúcho.

O Grêmio teve outras mudanças na estrutura para 2019. O coordenador do Centro Digital de Dados (CDD), Lucas Oliveira, deixou o clube. Paulo Timm, antes nas categorias de base, se integrou ao time de analistas. Outra novidade foi a chegada do executivo Klauss Câmara, ex-Sport e Cruzeiro, para ocupar a vaga deixada por André Zanotta, que foi para o FC Dallas, dos Estados Unidos.



Veja também