O Grêmio tem uma situação “bem encaminhada” com o Cruzeiro para manter o lateral-direito Orejuela. O clube gaúcho tem um modelo definido de negócio com os mineiros, terá uma redução do valor estipulado e pagará em parcelas o montante durante 2021.

O valor no qual o negócio foi fechado segue em sigilo. Em contrato, estava estipulado a compra por R$ 21 milhões parcelados de abril de 2021 a dezembro de 2022. No entanto, a quantia será reduzida para que o pagamento seja antecipado.

O clube gaúcho, conforme ouviu o ge, não irá pagar à vista e também já discute com o empresário do lateral os detalhes do acordo a ser firmado em definitivo.

Orejuela deve ficar no Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Orejuela deve ficar no Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Os dirigentes do Grêmio admitem já que a situação está encaminhada e contam com o jogador para a próxima temporada, embora a negociação ainda não esteja concluída. O Tricolor sustenta que irá manter os repasses ao Cruzeiro de forma parcelada.

Recentemente, o presidente do clube mineiro, Sérgio Rodrigues, afirmou que daria um desconto “de mercado” para o Grêmio e precisaria de recursos para manter o caixa e cumprir compromissos.

Orejuela foi titular na vitória por 2 a 0 sobre o Guaraní, pelas oitavas da Libertadores. O técnico Renato Portaluppi tem realizado um rodízio na posição com Victor Ferraz. O colombiano também foi recentemente convocado para a seleção de seu país para os jogos das Eliminatórias.



Veja também