Foto: Jefferson Botega

O Grêmio perdeu o 100% de aproveitamento no Gauchão. Na noite desta segunda-feira (22), empatou por 1 a 1 com o São José, no Passo D’Areia, em partida atrasada da terceira rodada.

O resultado acabou não foi de todo ruim, já que o Zequinha saiu na frente no começo do segundo tempo com gol de Luiz Eduardo em falhas do zagueiro Rodrigues e do goleiro Brenno. O empate veio com Pedro Lucas, que aproveitou bela jogada de Ferreira.

Com o resultado, o Grêmio vai a 10 pontos e se igualou a Inter, Caxias e São Luiz no topo da tabela. O Ypiranga também pode chegar aos 10 se vencer o Juventude nesta segunda. O Ju, aliás, será o próximo adversário gremista. Na quinta-feira, às 21h30min, os dois vão se enfrentar na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, em mais uma oportunidade para a gurizada do Tricolor.

Com a mesma escalação da vitória sobre o Aimoré, na última sexta-feira, o Grêmio encontrou no Passo D’Areia um adversário que impôs mais dificuldades para a garotada comandada pelo auxiliar Alexandre Mendes. Sob o comando do interino Gabriel Carvalho após a demissão do técnico Carlos Moraes, o Zequinha iniciou o jogo mostrando bastante disposição, com muita intensidade nos duelos e nas movimentações para fechar os espaços do Tricolor no gramado sintético, que era outro dificultador para a circulação de bola da equipe gremista.

A intensidade nas disputas foi a marca do primeiro tempo, que teve o Grêmio com a iniciativa do jogo, mas encontrando dificuldades para criar situações de gol. Se estava difícil chegar com bola dominada, o Tricolor teve sua primeira ocasião de gol a partir de uma pressão alta na defesa do São José. Aos 14 minutos, Pedro Lucas roubou a bola e tocou para Ricardinho, que serviu Ferreira. O atacante gremista finalizou, mas Fábio saiu de forma rápida para fechar o ângulo e fazer uma bela defesa.

Na jogada seguinte, Ferreira retribuiu o presente a Ricardinho. Ele cruzou na medida para o centroavante, que desviou de cabeça e mandou para fora perdendo uma ótima oportunidade para abrir o placar.

O Grêmio conseguiu aumentar seu domínio tendo nos dribles e nas arrancadas de Ferreira a sua principal arma. Do outro lado, Guilherme Azevedo também fazia boa partida, mas sentiu lesão e precisou ser substituído aos 35. A opção de Alexandre Mendes foi por Léo Chú, que entrou pelo lado esquerdo com Ferreira sendo deslocado para a direita.

E foi em uma jogada de Léo Chu que o Grêmio teve sua última chance na primeira etapa. Ele venceu a marcação do xará Léo Príncipe e cruzou uma bola perigosa, que Fábio defendeu em dois tempos, já com Ricardinho chegando para o rebote, e evitou o gol gremista.

O São José voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Fabiano e Alessandro Vinícius entraram nos lugares de Rafael Jataí e Kelvin. Em lance que não teve relação com as trocas, o Zequinha conseguiu abrir o placar aos 7 minutos aproveitando a indecisão da jovem defesa gremista. Após um lançamento longo, o zagueiro Rodrigues deixou para Brenno, que saiu de soco, mas o centroavante Luiz Eduardo foi mais rápido para tocar de cabeça antes do goleiro e mandou para o gol vazio: 1 a 0.

Logo após o gol, Alexandre Mendes mandou Fernando Henrique a campo no lugar de um apagado Lucas Araújo. No São José, entrou um jogador com apelido de craque. Cláudio Maradona foi a opção do interino Gabriel Carvalho para a vaga de França, já amarelado quando a partida ficava mais nervosa.

No pior momento do Grêmio no jogo, Ferreira voltou a aparecer. Ele arrancou pela direita, passou por Marcelo e cruzou na área, onde Pedro Lucas apareceu um atacante para definir no alto, sem chances para Fábio, e empatar a partida aos 27 minutos.

Ainda houve tempo para a expulsão de Léo Chu por levar o segundo amarelo após simulação de falta. O Tricolor não deixou de tentar a virada até o final do jogo, mas não estava em uma noite coletiva boa. Mas as principais ações dependiam das individualidades, pouco para superar a aplicada equipe do São José.



Veja também