Foto: Eduardo Moura

O Grêmio anunciou nesta sexta-feira que promoverá uma série de ações visando a conscientização de torcedores sobre o racismo. O movimento é conjunto com a Geral, torcida organizada do clube. As primeiras ações já serão implementadas neste sábado, no Gre-Nal 436, no Beira-Rio, pela semifinal do Gauchão.

Após os episódios nos últimos clássicos, uma reunião foi realizada na Arena na última quarta-feira, com representantes do clube e da torcida organizada. No encontro, foi firmado um plano de ações que será distribuído para os torcedores, com intuito de conscientizar sobre manifestações de cunho racista. O Grêmio distribuirá o material para a torcida, com a missão de combater atos de intolerância e discriminação.

Por parte da Geral, serão feitas algumas iniciativas, como a reformulação de músicas da torcida com expressões não aceitáveis pela sociedade, além da produção de novos cânticos, contra o racismo, e demais medidas que serão apresentadas durante os jogos da temporada do Grêmio.

Recentemente, o Grêmio foi denunciado no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul (TJD-RS) por conta de um cântico com termo racista entoado por sua torcida no Beira-Rio, antes do Gre-Nal 435, válido pela 9ª rodada do Gauchão, disputado no dia 9 de março. No clássico que acabou adiado, em 26 de fevereiro, um torcedor também foi flagrado imitando um macaco.

Dentro de campo, o Grêmio disputará outros dois clássicos em sequência, pelas semifinais do campeonato estadual. O primeiro será neste sábado, às 16h30, no Beira-Rio. O jogo de volta, na Arena, está marcado para as 22h15 da próxima quarta-feira.



Veja também