Ainda que nenhuma das equipes tenha se manifestado oficialmente, Grêmio e Porto chegaram a um acordo para que jovem atacante Pepê, de 23 anos, atue em Portugal a partir do meio do ano. Ciente de que necessita do acréscimo técnico do atleta para as finais da Copa do Brasil, marcadas para 11 e 17 de fevereiro, contra o Palmeiras, o Tricolor aceitou reduzir sua pedida – inicialmente em 20 milhões de euros – para 15 milhões de euros e poderá contar com o jogador até o final do mês de junho. Com fechamento no dia 3 de fevereiro, a saída de Pepê na atual janela de transferências europeias o tiraria da decisão contra o time paulista. 

Destes valores, a equipe gremista ficará com 10,5 milhões de euros, 4,5 milhões irão para a equipe do Foz do Iguaçu, do Paraná, por ser o clube formador de Pepê. Em uma próxima venda, o Tricolor terá direito a 15% do valor da negociação. A decisão de ir para Portugal passou bastante pelo atleta, que tem o desejo de atuar no futebol europeu e entende que, por sua idade, está no momento. 

Os dirigentes do Grêmio afirmam que só irão se manifestar sobre o assunto quando ele for oficializado. No entanto, nos bastidores, já há uma confirmação sobre a transferência, que deve se tornar oficial após pendências burocráticas entre os clubes serem resolvidas. 



Veja também