O Gauchão segue suspenso e não tem data prevista para ser retomado. O fato gera indefinições entre os participantes, principalmente entre as equipes do Interior, que não sabem se estenderão os vínculos com os atletas. O Caxias, por exemplo, analisa a situação do centroavante Da Silva, emprestado pelo Grêmio até a data em que o campeonato era originalmente previsto para acabar.

O presidente Paulo Cesar Santos, em entrevista ao Domingo Esporte Show, da Rádio Gaúcha, revelou que o contrato do atacante é alvo de conversa entre as direções. Porém, uma definição deve acontecer somente após o cenário ficar mais nítido.

— É uma questão que estamos conversando com o Grêmio, estamos analisando. O contrato vai até o final (previsto originalmente) do Gauchão, no final deste mês — disse o mandatário.

A intenção é manter o jovem de 21 anos para a disputa da Série D do Brasileirão. Segundo o dirigente do time da Serra, a adaptação fez bem para o jogador.

— Ele está bem em Caxias do Sul, sente-se em casa —relatou Paulo Cesar Santos.

Da Silva já realizou seis partidas pelo Caxias e foi o autor do gol que classificou a equipe à final do primeiro turno do Estadual. No Tricolor, ele integrava o elenco da transição e trabalhava, em algumas oportunidades, entre os profissionais. Ganhou alguns minutos no Brasileirão de 2019, entrando nos instantes finais dos embates diante de Flamengo, CSA e Vasco.

O jogador não tem projeção de aproveitamento direto com Renato Portaluppi, fato que pode colaborar para a renovação do empréstimo. A decisão deve ser tomada nas próximas semanas.



Veja também