O Grêmio mudou a escalação nos últimos dois jogos e procura um novo encaixe para o time. O técnico Roger Machado tem na continuidade da dupla de ataque Elkeson e Diego Souza uma possibilidade provável e tenta aproveitar os “momentos” dos jogadores do elenco. Toda essa busca por regularidade com oito partidas da Série B já disputadas.

As últimas três partidas do Grêmio apresentaram formações distintas. A mais recente, no empate com o Criciúma, teve alteração tática e desfez a repetição do tripé do meio-campo gremista.

Elkeson e Diego Souza formaram uma dupla de ataque para tentar dar força ao setor por dentro. Internamente, existe a avaliação no Grêmio que é “desperdício” ter Elkeson no banco de reservas, já que o chinês é tido como um jogador de qualidade elevada. Roger indicou a sequência da formação.

A ideia de Roger colocada para os jogadores é aproveitar o melhor momento de cada atleta. E, assim, tentar gerar uma regularidade de jogo para o Grêmio. Mesmo que precise modificar a estrutura tática. Internamente, fala-se na necessidade de ter um time equilibrado para voltar a vencer, algo urgente dentro da campanha na Série B – são 12 pontos em 24 disputados.Se não tem alternativa de estrutura é cobrado por isso, se a gente modifica, é porque modifica demais. Mas faz parte. Falei para os atletas: “vou pegar o melhor momento de cada jogador. Estejam bem”.— Roger Machado

– Como treinador preciso gerar confiança com a repetição, mas não posso ter uma atuação nota 8 de um atleta em um jogo e nota 3 no outro. A gente busca regularidade. Tenho três ou quatro jogadores regulares ao longo da temporada e outros que vem oscilando um pouco. Preciso que a gente encontre essa regularidade técnica, essa consistêencia e também do modelo. Que já teve, deixou de ter e buscamos alternativas para ter regularidade novamente – apontou o técnico.

Últimas escalações do Grêmio

  • Grêmio 0x0 Criciúma: Brenno; Rodrigues, Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti, Lucas Silva, Gabriel Teixeira e Bitello; Elkeson e Diego Souza.
  • Ituano 1×1 Grêmio: Brenno; Rodrigo Ferreira, Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti, Bitello e Gabriel Silva; Elias, Gabriel Teixeira e Diego Souza.
  • Cruzeiro 1×0 Grêmio: Brenno; Rodrigo Ferreira, Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti, Lucas Silva e Bitello; Elias, Gabriel Teixeira e Diego Souza.
Roger Machado e auxiliar Roberto Ribas em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Roger Machado e auxiliar Roberto Ribas em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Até o jogo com o Criciúma, o técnico gremista tinha uma formação preferida, com um tripé no meio-campo. Na derrota para o Cruzeiro, o setor tinha Lucas Silva ao lado de Villasanti e Bitello. No empate com o Ituano, oito dias depois, o treinador deu chance a Gabriel Silva, jovem meia formado no clube.

No compromisso seguinte, nova mudança. Desta vez, Lucas Silva retornou ao time, mas formou uma dupla com Villasanti. Gabriel Teixeira atuou pelo lado direito e Bitello foi o “ponta” pela esquerda. Na frente, Elkeson e Diego Souza como dupla de ataque.

Foi a primeira vez que Roger juntou uma dupla de ataque desde o início e redesenhou a maneira do Tricolor atuar. Não conseguiu balançar as redes do rival e chegou ao terceiro jogo sem vencer na Série B.

O Grêmio treina na manhã desta segunda-feira e viaja na sequência para Vacaria. Na terça, encara o Glória, com reservas, pela Recopa Gaúcha. O próximo jogo na Série B é domingo, contra o Vila Nova.



Veja também