Grêmio deve alterar o planejamento inicial elaborado para a representação dos atletas nos próximos dias por conta da pandemia de coronavírus. A data anunciada é na próxima terça-feira (24), mas por reavaliação dos dirigentes e do departamento médico, o período deve ser modificado.

Uma reunião deve ser promovida por Ciro Simoni, Richard Gurski e Carlos Galia, diretores médicos do clube na próxima segunda-feira (23). Ainda serão ouvidos os profissionais da área ligados à comissão técnica, Paulo Rabaldo e Márcio Dornelles, além de infectologistas que estão em contato com o Tricolor desde os primeiros indícios da doença.

Tanto Romildo Bolzan, presidente, como Paulo Luz, vice de futebol, participarão da decisão, mas o ponto clínico será determinante na nova data. Sem jogos agendados — o Gauchão segue suspenso e deverá ter a sua data de reinício adiada mais uma vez —, não há pressa para o retorno das atividades. Por enquanto, apenas a Libertadores tem data para recomeçar na primeira semana de maio, período que ainda poderá ser modificado. 

 — A gente espera que não só em nível de Grêmio, mas a população geral se conscientize da necessidade de ter essas ações preventivas de recolhimento. Não é o momento de fazer coisas desnecessárias — avaliou Paulo Rabaldo, médico gremista. 

Os jogadores receberam vacinas contra a influenza na última sexta-feira (20) e seguem em contato com os médicos da equipe por contatos telefônicos ou mensagens em aplicativos. Não está descartada uma nova reavaliação na próxima semana em pequenos grupos no CT Luiz Carvalho. Porém, tudo será anunciado na segunda.



Veja também