Grêmio desiste de Colmán e diz que vinda de atacante do PSV é difícil

Tricolor quer contratar atacante que faça ou auxilie na preparação dos gols

13 de janeiro de 2017 - Às 16:45
Foto: PSV / Divulgação / CP

O Grêmio desistiu, pelo menos por enquanto, da contratação do atacante Cristian Colmán, que pertence ao Nacional, do Paraguai. O paraguaio interessa ao Dallas FC, que teria oferecido US$ 1,5 milhão por 100% dos direitos do jogador, valor que agradaria clude do atleta.

“Fizemos uma proposta pelo Colmán, o Nacional não responde sim ou não e estamos deixando de pretender o Colmán e vamos atrás de outras possibilidades”, declarou o vice-presidente de futebol Odorico Roman.

Outra negociação gremista considerada complicada é com Beto da Silva. O jogador de 20 anos, que tem pai brasileiro e mãe peruana, pertence ao PSV Heindoven, da Holanda, que estaria complicando o empréstimo por uma temporada, como deseja o Grêmio.

“Beto da Silva é um jogador que vem sendo monitorado pelo Grêmio há algum tempo, mas é uma operação muito complexa porque envolve um clube europeu. É difícil de concretizar”, declarou Roman.

O Grêmio segue na busca por um atacante, mas não necessariamente um centroavante. “Não temos nenhuma novidade (em relação a contratação para o ataque). Temos alguns nomes que estamos trabalhando. O conceito de contratar um fazedor de gols é um pouco mais amplo. São jogadores que ajudem os times a marcar. Podem ser eles fazendo ou ajudando os outros a fazerem gols”, revelou o vice de futebol.



Veja também