Grêmio deseja assumir a Gestão completa da Arena até Março

Tricolor ficará com parcelas mensais até 2032, mas compra é essencial ao clube

19 de dezembro de 2015 - Às 18:32
Wesley Santos / Agência press digital
Wesley Santos / Agência press digital

Recentemente, a OAS conseguiu a aprovação do seu Plano de Recuperação Judicial, e agora, o Grêmio está com caminho livre para finalizar com a empreiteira, a compra da Arena, tornando-se assim, administrador do estádio e quaisquer receitas.

Mas, o Grêmio trata o assunto com cautela pois muita coisa ainda pode acontecer para atrapalhar a negociação.
Segundo dirigente do Grêmio, se tudo ocorrer como o esperado pelo clube e a formalização do acordo que já foi elaborado (além da OAS incluindo Banco do Brasil, Santander e Banrisul), o clube deverá assumir a gestão total da Arena em Março.

O custo que o Grêmio deverá arcar será:

R$ 2 milhões por mês nos primeiros 6 anos;
R$ 1,5 milhões por mês após esses 6 anos até 2032.

No total, o Grêmio pagaria cerca de R$ 350 milhões.

Na Libertadores 2014, o Grêmio disputou quatro partidas em casa e cada uma rendeu cerca de R$ 1,5 milhões para os cofres do clube.

A direção do Grêmio vê a compra da Arena como essencial pois ajudaria o clube na sua situação financeira, além de poder contar com vários outras fontes de receita.



Veja também