Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Ainda que de forma tímida, o Grêmio começa a definir saídas do elenco e traça possíveis reforços para a disputa da Série B no ano que vem. Artilheiro da equipe nas últimas duas temporadas, Diego Souza foi liberado, causou debates entre torcedores e agora precisa de um substituto “desesperadamente”, nas palavras do vice de futebol Denis Abrahão. Por outro lado, o dirigente nega que haja procura por um novo goleiro.

Na última quarta-feira, o Tricolor anunciou oficialmente a saída de Diego Souza, Rafinha e Bruno Cortez. A liberação do centroavante, autor de mais de 50 gols nas últimas duas temporadas, dividiu opiniões diante do faro artilheiro, seus 36 anos, excesso de peso e a relação custo-benefício.

– Quando ele (Diego Souza) estava aqui, todo mundo queria que saísse. Agora que saiu, passou a ter admiradores. Um deles sou eu. Mas tivemos que tomar esse tipo de decisão pela análise do ano que passou. Diego é sensacional, muito bom jogador, mas está pesado, idade avançada. Na nossa forma de ver, não se enquadra nesse modelo que queremos implementar no Grêmio – afirmou Abrahão em entrevista exclusiva à RBS TV.

Sem Diego, sobram Borja, Churín e Elias para o comando do ataque, apesar de o último também atuar pelos lados do campo. O colombiano segue emprestado pelo Palmeiras, mas o Grêmio não deve se opor a uma possível negociação por parte do time paulista.

– Para esta posição preciso de muitos jogadores. Um time, para mim, sem centroavante não é time. Estou atrás desesperadamente. Minha lista está cheia. Vou para o CDD (Centro Digital de Dados) e começo a ver jogos deles – destacou o vice.

Goleiros estupendos

Enquanto as possibilidades de saída crescem no elenco gremista, as chegadas ainda não começaram a tomar forma. Em contato com o ge, Abrahão admitiu que o zagueiro Gastón Suso, do Arsenal, da Argentina, está na lista de observações. E nada mais além disso.

Alguns veículos têm especulado o goleiro Fernando Miguel, ex-Vasco, para dar maior experiência à linha defensiva. Mas o dirigente nega categoricamente a necessidade de contratação de mais uma alternativa a Gabriel Grando e Brenno.

– Por que goleiro? O Grêmio tem dois goleiros da seleção brasileira. De onde tiraram que o Grêmio está atrás de goleiro? Não, o Grêmio não tem interesse em goleiro, tem dois estupendos, mais os dois da base. Brenno e Chapecó são grandes goleiros. Vão fazer uma boa pré-temporada e estourar ano que vem – assegurou.

O próximo jogador a definir o futuro deve ser Douglas Costa, que tem reunião agendada de seu empresário com a direção. Rildo, Darlan, Jean Pyerre, Paulo Miranda, Everton, Jean Pyerre e Vanderson podem sair.



Veja também