Grêmio derrapa de novo e soma apenas dois pontos contra piores do Brasileirão

Tricolor perdeu para o Flu e empatou com Avaí e CSA; na próxima rodada, recebe a Chape, na Arena

30 de julho de 2019 - Às 06:23
Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Doze rodadas se passaram e, até o momento, o Grêmio não venceu adversários que estão na zona de rebaixamento do Brasileirão. São apenas dois pontos em nove disputados.

O Tricolor perdeu para o Fluminense na Arena e, fora de casa, apenas empatou com o lanterna Avaí e o vice-lanterna CSA – este em uma partida “fraca” na noite passada, em Maceió, no estádio Rei Pelé (veja os melhores momentos acima).

A chance de interromper esta sina é na próxima segunda-feira, em casa, diante da Chapecoense, a atual 18ª colocada. Pode ser a primeira vitória sobre um time que flerta com a Série B — ou a manutenção de um desempenho miserável ante os piores do campeonato até aqui.

Grêmio contra o Z-4

  • 2ª rodada – Avaí (20º) 1 x 1 Grêmio, na Ressacada
  • 3ª rodada – Grêmio 4 x 5 Fluminense (17º), na Arena
  • 12ª rodada – CSA (19º) 0 x 0 Grêmio, no Rei Pelé
  • 13ª rodada – Grêmio x Chapecoense (18º), na Arena

O aproveitamento do time de Renato Portaluppi neste Campeonato Brasileiro é mediano: quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Entre os reveses, apenas o líder Santos derrotou o Tricolor e está à frente. Os outros três algozes (Bahia, Ceará e Fluminense) têm os mesmos 16 pontos ou menos.

Logo, os gremistas enfrentam, nas sete rodadas restantes do primeiro turno, cinco equipes que estão na parte de cima da tabela – Flamengo, Palmeiras, Athletico-PR, São Paulo e Goiás.

“Tecnicamente, o jogo não foi bom. Conseguimos um ponto. O mais importante é que (o Grêmio) fez sete jogos fora de casa e cinco dentro de casa” (Renato Gaúcho)

– A gente sempre procura buscar a vitória, mas infelizmente hoje (segunda) não conseguimos os três pontos. O grupo está fechado. Sabe que as coisas vão acontecer na hora certa – lamentou o volante Darlanapós o empate com o CSA.

Renato definiu como "fraca" a atuação do Grêmio contra o CSA — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Renato definiu como “fraca” a atuação do Grêmio contra o CSA — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O que atenua o desempenho abaixo do esperado é que, em 12 rodadas, foram cinco jogos em casa e sete fora. Além disso, a recuperação nas últimas cinco rodadas condiz com o que o clube tem mostrado recentemente: três vitórias e dois empates. O aproveitamento é pior apenas do que o líder Santos e o Flamengo.

O que atrapalhou foi a arrancada. Foram só dois pontos nos cinco primeiros jogos, o que deixou o time por seis rodadas na zona de rebaixamento. Desde que saiu, porém, não retornou mais.

– O Grêmio veio para ganhar. Nas poucas chances, tivemos a decisão errada, por isso saímos com apenas um ponto. Vamos continuar o trabalho e pensar na Libertadores – afirmou o técnico Renato Gaúcho em Maceió.

Explicação no time alternativo?

Em comum entre as três partidas que o Grêmio não venceu os ocupantes da zona de rebaixamento, está a utilização da equipe reserva ou mista. Apenas contra o Flu, em casa, houve a escalação de vários titulares — embora, Michel tenha atuado improvisado na zaga e Julio César substituiu Paulo Victor no gol.

Luan teve mais uma atuação apagada em Maceió — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Luan teve mais uma atuação apagada em Maceió — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Se ganhar da Chapecoense, na Arena, na próxima segunda, às 20h, o Tricolor atenua este baixo rendimento. O Grêmio somaria cinco pontos em 12 contra o Z-4.

Antes, porém, tem o jogo de volta das oitavas de final da Libertadores. Nesta quinta-feira, às 21h30, enfrenta o Libertad, no Defensores del Chaco. Como venceu a ida por 2 a 0, pode até perder um gol de diferença que garante vaga nas quartas.

Os titulares retornam e, à exceção de Geromel, suspenso, não haverá nenhum desfalque em Assunção, no Paraguai. O Tricolor pode manter a invencibilidade desde o retorno da Copa América. Até o momento. contabiliza três empates e três vitórias. E até mesmo uma derrota, desde que pelo placar mais justo, será comemorada.



Veja também