O Grêmio definiu nesta segunda-feira as saídas do coordenador técnico Marcelo Oliveira e do auxiliar Thiago Gomes. Os dois foram desligados do clube gaúcho após uma conversa com o departamento de futebol.

O vice de futebol Denis Abrahão permaneceu no cargo e estava prevista reavaliação das estruturas para a próxima temporada. Os dois foram demitidos após as conversas do departamento de futebol. Abrahão vai conceder entrevista coletiva para tratar do tema.

Marcelo Oliveira era criticado nos bastidores do clube pela atuação durante 2021. Oliveira se aposentou em outubro de 2020 e assumiu como coordenador no vestiário para ser o elo com o grupo. Nos bastidores, se fala que não tomou à frente para resolver questões. Apesar de ter boa relação com todos internamente.

Thiago Gomes era troca mais improvável e estava no clube desde 2018. Foi contratado como técnico do time de transição, na época sub-23, e após a saída de Renato havia sido promovido a auxiliar permanente do Tricolor.

O executivo Diego Cerri segue no clube e não foi demitido, apesar das indicações.



Veja também