O Grêmio prepara a promoção do volante Diego Rosa, do meia Rildo e do atacante Elias para o grupo profissional após a parada do futebol por causa do coronavírus. O trio de garotos passou cerca de três meses no time de transição e pulará etapas para um teste entre os profissionais.

Os jovens também tratam da ampliação dos seus contratos, embora oficialmente o Tricolor negue.

Diego Rosa, volante campeão mundial sub-17, do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

Diego Rosa, volante campeão mundial sub-17, do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

Os três estiveram no elenco campeão da Copa RS Sub-20, em dezembro, e do vice-campeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior, em janeiro. Eles são monitorados desde antes das conquistas na base, especialmente o volante Diego Rosa, que levantou a taça do Mundial Sub-17 no ano passado.

O grupo é bem avaliado internamente e será testado quando os treinos e competições voltarem. Se tiverem bom desempenho, podem pular etapas no processo de lapidação tricolor e permanecer no elenco principal, apesar da pouca idade – Diego tem 17 anos, Elias, 18, e Rildo, 20.

Diego Rosa

Diego Gabriel Silva Rosa é baiano, natural de Salvador e tem 17 anos. Volante esguio, tem no chute uma das suas principais qualidades. Chamou atenção pela qualidade técnica ao sair jogando e a capacidade física.

Chegou ao Tricolor em 2017, após uma troca pelo zagueiro Wallace Reis com o Vitória. Em novembro do ano passado, foi um dos destaques do Brasil no título do Mundial Sub-17.

Rildo

Meia de 20 anos, Rildo Gonçalves de Amorim Filho nasceu em Rondonópolis, no Mato Grosso. Costuma jogar de meia-armador, mas também pode atuar pelas pontas. Tem como pontos positivos a técnica, finalização e drible.

Começou na Academia Rondonópolis e, aos 13 anos, foi para a base do São Paulo. Aos 16, os paulistas não exerceram a opção de compra. Ficou livre no início de 2017, recebeu propostas de Fluminense e Grêmio. Fechou com os gaúchos até o fim de 2022 e tem multa rescisória de R$ 113 milhões.

Elias

Natural de Campinas, em São Paulo, Elias Manoel Alves de Paula surgiu na base do Guarani. Em 2017, o atacante disputou um amistoso pelo Bugre contra o Grêmio.

A partir dali, o Tricolor iniciou os contatos para contratá-lo. Concluiu a negociação no início de 2018, com contrato até o fim de 2021. Ganhou o Prêmio Dener pelo gol mais bonito da Copa São Paulo deste ano. Tem encaminhada a renovação até 2023.



Veja também