Grêmio dá fim a jejum e vence o Fluminense de virada com dois gols de Marquinhos

14 de agosto de 2011 - Às 23:27
Pela 16 rodada do Brasileirão, o Grêmio recebeu o Fluminense sem Douglas e Rafael Marques. Brandão estreou, Victor mostrou insegurança e Marquinhos definiu a vitória do Grêmio por 2 a 1, após cinco jogos sem vitória. O Tricolor deixou a zona de rebaixamento.

A partida começou com as equipes tendo muita posse de bola e trocando passes, sem muita iniciativa. A primeira boa chance foi aos 13 minutos, mas Rochemback cobrou a falta horrivelmente. Aos 16 minutos, Marquinhos ameaçou cruzar e chutou direto para o gol, o goleiro Diego Cavalieri fez grande defesa.
Na primeira boa chance do Fluminense, Marquinhos cruzou aos 24 minutos e Fred fez de cabeça.

Aos 30 minutos, Lucio ganhou uma disputa de bola na entrada da área e rolou para Marquinhos bater para o fundo do gol, empatando a partida. A partida continuou com muitas faltas, muitos passes e pouca iniciativa das equipes. Gol só poderia sair de bola parada, e foi assim mesmo que saiu. Aos 45 minutos, Marquinhos cobrou falta na gaveta, marcando um golaço e virando a partida.

Na etapa final, o Fluminense foi para cima do Grêmio. Aos 17 minutos, Brandão entrou no lugar de André Lima, e aos 18 quase fez seu gol após boa jogada e passe de Leandro. Aos 19, Sóbis bateu de fora da área e com muita dificuldade, Victor jogou a escanteio. Na cobrança, Victor ficou perdido no lance e a zaga afastou. Insegurança no goleiro do Grêmio.

Na metade do segundo tempo, após alterações, o Fluminense, no papel, chegou a ficar com quatro atacantes. Com isso, o jogo ficou mais aberto.
Aos 31 minutos, após cobrança de falta, Victor deu um soco para frente e Araújo bateu livre, a bola subiu e por pouco não entrou.

Aos 33 minutos, após erro na saída de bola do Fluminense, Miralles finalizou forte de fora da área, a bola passou raspando, quase um golaço. O Fluminense tentou pressionar, foi para cima, mas o Grêmio conseguiu se segurar bem e conquistou a vitória que não vinha a mais de um mês. O Tricolor também saiu da zona de rebaixamento.



Veja também