Grêmio crê em virada usando Santos e LDU como exemplos

5 de novembro de 2013 - Às 09:54
Duas vezes em 2013, o Grêmio já provou que perder a partida de ida, não é o fim da linha. Por isso, a esperança de derrotar o Atlético-PR por ao menos dois gols de diferença nesta quarta-feira, ainda existe.
Os exemplos deste ano são LDU e Santos.
O time equatoriano pela fase Pré-Libertadores, onde o Grêmio devolveu a derrota de 1 a 0 e conquistou a classificação nos pênaltis. E pelas Oitavas da Copa do Brasil, o Tricolor reverteu a desvantagem de um gol no jogo de ida, marcando um 2 a 0 na Arena, empolgando o torcedor.
O meia Souza relembrou do confronto contra a LDU, e diz que o Grêmio precisa mentalizar coisas boas:
– A gente tem que mentalizar as coisas boas. No início do ano, tivemos um mata-mata contra LDU (pré-Libertadores) e precisávamos reverter e conseguimos. Avançamos nos pênaltis. Soubemos lidar com a pressão e passamos. Contra o Santos também. Não deixamos nem ir para os pênaltis. Tivemos calma, fizemos o resultado no segundo tempo. Temos esses dois exemplos positivos – lembrou um animado Souza.
Porém, a última vez que o Tricolor conseguiu fazer dois gols de diferença foi em 11 de Setembro, diante do Náutico em Recife.


Veja também