Grêmio comemora aumento do limite de estrangeiros e busca novas ‘jóias’

3 de dezembro de 2013 - Às 09:35
Após pedido de clubes no Brasil e principalmente do Grêmio, a CBF vai aumentar o número de estrangeiros possível em uma partida. Atualmente a regra era de três, e passará a cinco, o que dará a equipe a possibilidade de multiplicar o número de idiomas no plantel.
Desta forma, o Grêmio sairá ao mercado no fim da temporada para a busca de novos jovens talentos da América, exatamente como Maxi Rodríguez.
– A decisão é muito boa para o Grêmio e também para todos os clubes brasileiros. Caso se confirme, receberemos com muita satisfação. Lembrando que tenho apreço grande pelo jogador brasileiro, mas é oportunidade de negócio para os clubes – avalia o diretor executivo de futebol do Grêmio, Rui Costa.
Rui Costa relembrou que o Grêmio sempre foi clube de ter vários jogadores estrangeiros no elenco, como Hugo de León, Rivarola e Arce.
– O Grêmio tem uma forma de jogar, e sempre achei que esses castelhanos se adaptavam mais fácil aqui do que no Rio de Janeiro, por exemplo. É uma filosofia de futebol do Rio da Prata. Quem diria que o Renato não tinha uma forma de atuar de um atacante argentino? Era um estilo cisplatino – discorre.
Ainda em busca de promessas, o Grêmio deve subir ao elenco principal o jovem zagueiro Argentino Robertino Canavesio, de 19 anos. O jogador é tratado como jóia no time Sub-20.


Veja também