Após dois dias de treinos em Atibaia, no interior paulista, o Grêmio desembarcou em São Paulo no começo da tarde deste sábado para a decisão da Copa do Brasil. O Tricolor precisa vencer o Palmeiras neste domingo, às 18h, no Allianz Parque, para conquistar o hexa.

Cinco gremistas estavam ao redor do hotel. Mas o ônibus estacionou na rua ao fundo do local, uma entrada de serviço onde era mais fácil para o veículo parar. Por isso rolou uma pequena movimentação. Profissionais também de estabelecimentos próximos tietaram também Renato.

– Parabéns pelo seu trabalho, Renato! – gritou um flamenguista.

Renato Portaluppi na chegada do Grêmio a São Paulo para a final da Copa do Brasil — Foto: Eduardo Moura/ge

Renato Portaluppi na chegada do Grêmio a São Paulo para a final da Copa do Brasil — Foto: Eduardo Moura/ge

O elenco está desde quinta longe de Porto Alegre. No período em Atibaia, além de dois treinos, também houve a confirmação da renovação de contrato de Renato Portaluppi até o final do ano.

O técnico Renato Portaluppi admitiu a possibilidade de mudanças na equipe para o jogo deste domingo. Vanderson, Ferreira e até mesmo Lucas Silva ou Thaciano podem aparecer na equipe.

Uma provável escalação tem Paulo Victor; Vanderson (Victor Ferraz), Paulo Miranda, Kannemann e Diogo Barbosa; Maicon, Matheus Henrique, Alisson (Ferreira), Jean Pyerre (Lucas Silva ou Thaciano) e Pepê; Diego Souza.

O clube gaúcho viajou a São Paulo com todos os jogadores. Diversos nomes que não estão disponíveis para atuar, como Geromel e Leonardo, machucados, e Luiz Fernando e Pinares, que não estão aptos a jogar a competição, estão com o grupo.

Após perder o jogo de ida por 1 a 0 na Arena, o Tricolor precisa vencer por dois gols de diferença para ser campeão. Uma vitória por um gol leva a decisão para os pênaltis. Grêmio e Palmeiras se enfrentam às 18h deste domingo, no Allianz Parque, pelo duelo da volta da final da Copa do Brasil.



Veja também