Foto: Ricardo Giusti

Numa noite pouca inspirada e com dificuldades ofensivas, o Grêmio encontrou o empate aos 41 minutos contra o Atlético-MG, no gol de Everton, que entrou durante a partida, nesta quarta-feira, na Arena. Com o resultado, o Tricolor voltou a empatar no Brasileirão e segue “estacionado” na sexta colocação, com 51 pontos. Na próxima rodada, a equipe de Renato Portaluppi vai até o Estádio Beira-Rio, para o clássico Gre-Nal, às 16h, deste domingo. 

Em jogo fraco tecnicamente, Hyoran abriu o placar para os visitantes, aos 29 minutos, cobrando penalidade boba cometida por Thaciano. Na volta do intervalo, o Grêmio seguiu sem conseguir criar oportunidades e com dificuldades para finalizar.

Aos 35 minutos, Renato colocou Ferreira, que entrou bem e aos 40 minutos fez a jogada do gol de empate de Everton, que entrou logo após o meia, e igualou o jogo. O resultado é o décimo quinto empate da equipe gremista na competição.  

Jogo truncado e vantagem mineira 

A primeira etapa entre Grêmio e Galo foi de bastante marcação e um jogo preso no meio de campo. Tendo mais a bola no começo, a equipe visitante trabalhava a posse, mas esbarrava na defesa gremista, que mais se defendeu até os 15 minutos iniciais. 

O Tricolor, que encerrou a primeira etapa sem nenhuma chance de gol, tinha dificuldades para criar lances ofensivos e iniciar jogadas de ataque. O time mineiro, por sua vez, quase se aproveitou de falha de Kannemann. Aos 16, o zagueiro errou o passe, a bola ficou com Vargas, que ajeitou para Savarino. O chute saiu à esquerda do gol. 

Depois do “susto”, o Grêmio até tentou atacar mais, sempre rondando a área, mas sem finalizar. Aos 21, Alisson recebeu em boas condições, mas errou o cruzamento. Em jogada rápida, aos 29, Vargas deu bonito passe para Arana. O lateral foi derrubado na área por Thaciano e o juiz assinalou pênalti. Na cobrança, Hyoran abriu o placar.  

Após tomar o gol, o Grêmio até tentou atacar um pouco mais, mas seguia esbarrando na pouca inspiração ofensiva e foi atrás do placar para o intervalo. 

Tricolor encontra o gol no final

Sem mudanças na volta do intervalo, o Grêmio seguiu tendo as mesmas dificuldades da primeira etapa. O Galo, por sua vez, chegou a ter um maior domínio de jogo e controlar a bola. Aos 10, o Atlético quase ampliou. Keno levou vantagem sobre Rodrigues e cruzou rasteiro. A bola chegou para Vargas, que finalizou e Vanderlei defendeu. 

Após esta chance, Renato colocou Maicon e Pinares, nos lugares de Thaciano e Lucas Silva, para ser mais ofensivo. Com as mudanças a bola passou a ficar mais no pé Tricolor, mas ainda sem criatividade e uma finalização clara. 

Em vantagem, o Galo esperava os contragolpes para criar lances ofensivos. Aos 17, Vanderlei segurou finalização ousada de Vargas de longe. Ainda que tivesse mais a bola, o Tricolor seguia fazendo pouco com ela. Aos 27, Renato colocou Luiz Fernando e Ferreira nas vagas de Alisson e Pepê para tentar mudar o cenário da partida. 

Aos 40 min, Renato colocou Everton no lugar de Victor Ferraz. Aos 41, o atacante marcou o gol de empate do Tricolor. Após boa jogada de Ferreira, o meia se aproveitou de bate e rebate e empatou. No final, o Grêmio tentou pressionar e por pouco não virou em finalização do atacante. 



Veja também