Grêmio busca melhorar desempenho fora de casa para seguir vivo em 2016

Tricolor segue vivo na Copa do Brasil e também tem chances de Libertadores no Brasileirão

3 de outubro de 2016 - Às 12:09
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

O ano de 2016 tem sido um tormento para o Grêmio quando atua fora de casa. O baixo aproveitamento fora de Porto Alegre faz com que a equipe fique apenas na metade da tabela do Brasileirão e para seguir vivo nas competições que disputa, deverá melhorar o aproveitamento.

São cinco derrotas consecutivas fora de casa no Brasileirão. A última para o Cruzeiro. E nesta quarta, o Tricolor encara o Vitória no Barradão. Com o G6 confirmado por parte da CBF, o Tricolor está a apenas dois pontos da zona de classificação à Libertadores e por isso não abandonará a competição.

– Já pensei nisso (em usar o Brasileiro), mas só vou pensar lá na frente, quando o Grêmio não tiver mais chance no Brasileiro e se Deus quiser vamos continuar na Copa do Brasil, aí é outra história, já fiz em outros clubes e certamente vamos fazer aqui. Se por acaso acontecer, não tiver chance e tiver na Copa do Brasil, aí a dedicação é total. Mas por enquanto não aconteceu, está vivo nas duas, e vamos com esse pensamento até o final – disse Renato após o jogo em Minas.

Na Copa do Brasil, o Tricolor tem vantagem mínima diante do Palmeiras após ter vencido por 2 a 1 na Arena. Dia 19, joga fora de casa para buscar a classificação e terá que melhorar para buscar a classificação.

– É uma preocupação que temos desde o início do Brasileiro, mesmo quando eu não estava na vice-presidência de futebol. Sempre se debatia para encontrar o porquê o Grêmio vinha fazendo partidas deficientes fora de casa. E efetivamente nós continuamos. Ninguém continua descobrindo o motivo, mas diria que o time do Grêmio foi completamente diferente daquele que perdeu para o Coritiba, e outras partidas das quais foi dominado. A equipe teve desempenho que nos dá esperança para conseguir o resultado – avaliou o vice de futebol Adalberto Preis.



Veja também