Grêmio busca equilibrar o caixa sem a venda de atletas

17 de julho de 2015 - Às 15:33
A estimativa do Grêmio e do presidente Romildo Bolzan era de arrecadar cerca de R$ 54 milhões em vendas de jogadores, porém com o andamento da temporada, isso não irá acontecer e até vai passar longe.
O Tricolor conseguiu outras formas de lucro, diminuiu despesas e conseguiu maior equilíbrio nas contas, diminuindo o déficit mensal de R$ 3 milhões de Janeiro para R$ 1 milhão atualmente.
“A questão fundamental é o equilíbrio. Nosso déficit de fluxo de caixa baixou para R$ 1 milhão. Diminuímos as despesas em 16%, aumentamos as receitas em 7,25%. Em dois anos chegaremos a um equilíbrio completo”, destaca o presidente gremista. Assim, pode abrir mão das tentadoras propostas e não se ver obrigado a vender um ou mais jogadores para complementar e fechar as contas. “Não vamos alcançar esse valor de R$ 54 milhões. Nem chegar perto. É apenas uma previsão baseada no ano passado, mas não será necessário”, acrescenta.
Até agora, o clube obteve R$ 6,4 milhões em vendas de jogadores (Marcelo Moreno e Barcos) e deve ganhar cerca de R$ 6 milhões por Rhodolfo. Somente a venda de um jovem poderia trazer mais dinheiro, mas isso é descartado por Romildo.


Veja também