Depois de um mês praticamente afastado do seu torcedor, o Grêmio volta a jogar em casa na terça-feira, contra o Novorizontino, e quer contar com o apoio das arquibancadas para se recuperar na Série B. Para isso, o Tricolor lançou um pacote de benefícios aos sócios e se mobiliza para tentar aumentar a presença de torcedores na Arena em dias de jogos.

O duelo com os paulistas será o último com a Arquibancada Norte do estádio fechada, setor onde ficam as principais organizadas. A punição dada pela invasão ao gramado em outubro do ano passado, na derrota para o Palmeiras, foi de sete jogos, subtraídos os duelos com Fluminense, Bragantino e Flamengo, disputados com portões fechados. Desde então, os jogos com São Paulo, Atlético-MG, Chapecoense, Guarani, CRB e Criciúma tiveram o setor sem público.

Nesta semana, o clube divulgou ações para buscar novos sócios e deu descontos a quem já faz parte do quadro de cerca de 60 mil gremistas. Internamente, houve um reforço no trabalho diário do Quadro Social para atender a demanda dos associados gremistas.

Os movimentos têm como objetivo criar um clima mais positivo para o Grêmio na Arena. Foram divulgadas seis ações, inclusive com descontos para os sócios comprarem ingressos em áreas mais próximas do gramado da Arena. Em maio, o Tricolor só jogou uma vez em seu estádio.

– Vim para convocar a torcida. Na terça o Grêmio lançou uma grande estimulação para o sócio comparecer. Temos esse jogo como uma virada de página. Recomeçaremos em um jogo com a Arena cheia na terça, trabalhar intensamente no jogo. Acho que está na hora da torcida comparecer em massa. É o que está faltando para nós. Estamos aqui conclamando para a torcida comparecer em massa – pediu o presidente gremista, Romildo Bolzan.

Seis ações lançadas pelo clube

  • Desconto de 20% em setores próximos do gramado para sócios
  • Prorrogação do prazo para acertar dívida com pagamento de uma mensalidade
  • Preço simbólico de R$ 1 para sócios infantis (até 12 anos)
  • Desconto de 20% em novas associações
  • Desconto de uma mensalidade para quem indicar nova associação
  • Crédito para sócios nas lojas

O Grêmio também esteve na CBF para tentar mudar o horário da partida da terça-feira, marcada para as 21h30, mas não teve sucesso. A diretoria argumentou que o frio comum nesta época do ano seria prejudicial para a presença de público, mas já tinha noção de que o pleito dificilmente seria atendido.

Peço ao torcedor que faça um sacrifício na terça para se fazer presente, incentivando os jogadores, que com apoio da torcida vamos colher uma vitória com o Novorizontino.

— Vice de futebol Denis Abrahão

O clube gaúcho também alega uma dificuldade nas relações com a gestora da Arena para efetivar uma redução no preço de ingressos. E entende que os descontos dados nos últimos dias são relevantes para a torcida – alguns sócios podem ter 70% de desconto nos ingressos colocados à venda.

Além disso, existe uma ponderação interna de que uma redução no preço dos ingressos também pode afastar o torcedor de querer contribuir mensalmente como sócio.

Até agora o Grêmio disputou quatro partidas em casa na Série B. Teve seu melhor público na estreia, quando 23.500 torcedores acompanharam a derrota para a Chapecoense. Desde então, a presença da torcida vem caindo jogo a jogo e pouco mais de 10 mil torcedores acompanharam o empate contra o Criciúma, na última partida do Tricolor em casa.

Públicos na Arena do Grêmio na Série B

  • Grêmio x Chapecoense – 23.500 (22.021 pagantes)
  • Grêmio x Guarani – 22.649 (21.313 pagantes)
  • Grêmio x CRB – 17.739 (16.394 pagantes)
  • Grêmio x Criciúma – 10.824 (9.798 pagantes)


Veja também