Enquanto o Grêmio guarda sob sigilo a negociação para tentar contratar Thiago Neves junto ao Cruzeiro, as especulações sobre a transferência vão “muito além da medida”, considera a direção. Assim, o clube gaúcho consegue estudar a melhor proposta a fazer aos mineiros e aguarda também a movimentação de Corinthians e Santos, outros interessados no meia.

O jogador, que completa 34 anos em fevereiro, tem contrato com a Raposa até o fim de 2019. Portanto, o Grêmio precisa realizar uma engenharia financeira ou oferecer um atleta em troca. O clube dificilmente terá condições de pagar os 10 milhões de euros (R$ 44,5 milhões) que constam na cláusula de rescisão de Thiago Neves.

Thiago Neves completa 34 anos em fevereiro — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro E.C

Thiago Neves completa 34 anos em fevereiro — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro E.C

– O perfil de estratégia traçado pelo Grêmio até permite uma situação ou outra, mas nós criamos crédito. Os negócios que há hoje são aqueles que podemos trabalhar no curso do prazo do contrato. Se não tiver que desembolsar valores para aquisição dos direitos econômicos, nos ajuda bastante. Não vai ter absolutamente nada que seja fora da curva – assegurou o presidente Romildo Bolzan Júnior após a vitória sobre o Corinthians no último jogo do Brasileirão.

Quem trata do assunto diretamente com o Cruzeiro e o agente do meio-campista é o executivo André Zanotta. Sabedor dos interesses de Santos e Corinthians, o Grêmio faz de tudo para proteger sua investida. Um integrante da direção consultado pelo GloboEsporte.com afirmou que “nada pode ser adiantado” e avalia as especulações como “muito além da medida”.

Até mesmo a possibilidade de troca pelo volante Ramiro é considerada pouco provável. O Cruzeiro teria rechaçado a hipótese por considerar que possui peças suficientes para a função. Sem contar que o gremista foi titular o ano todo com Renato Gaúcho, apesar do desempenho abaixo de épocas anteriores, e é homem de confiança do treinador.

Enquanto isso, Thiago Neves aguarda a reunião de seu agente, Leandro Lima, com a direção cruzeirense, o que deve ocorrer no início da próxima semana. O objetivo é justamente colocar na mesa as opções para o futuro do jogador. Também não está descartada a permanência em Belo Horizonte.

Contra Corinthians e Santos, o Grêmio tem a seu favor o fato de estar na Libertadores do ano que vem. Porém, o Cruzeiro também jogará a principal competição do continente em 2019. O técnico Renato Gaúcho é outro trunfo tricolor, já que trabalhou com o meio-campista no Fluminense, entre 2007 e 2008.



Veja também