Foto: Anselmo Cunha

Após cinco rodadas, o Grêmio voltou a vencer na Série B. Com gols de Diego Souza e Janderson, o time de Roger Machado bateu o Novorizontino e afastou a pressão que se fazia presente no ambiente do clube.

Além de evitar que a desconfiança do torcedor retornasse em caso de tropeço na Arena, o resultado positivo também traz um alívio na situação do clube na tabela. A distância para o G-4 ficou em apenas um ponto, e mesmo com o jogo de quarta entre Bahia e Sport, o último time na zona de classificação para a Série A terá, no máximo, dois pontos de vantagem.

A estratégia ensaiada nos treinos, desta vez, se materializou em campo desde o início da partida. Além da pressão na saída de bola do Novorizontino, o time ocupou o campo de ataque e jogava pelos lados em busca de cruzamentos. Foi assim que a equipe de Roger construiu a primeira chance de marcar. Edílson lançou para Diego Souza na área, mas a finalização do centroavante desviou no marcador e o cabeceio passou ao lado do gol.

Mas foi com a bola pelo chão que a melhor oportunidade de marcar foi criada. Edílson lançou Janderson, que ganhou no corpo do seu marcador e rolou para o centro da área. Bitello bateu de primeira e Giovanni fez grande defesa aos 23 minutos. Biel ainda brigou pelo rebote, mas a defesa do time paulista conseguiu afastar para escanteio.

Gabriel Grando, titular em função da ausência de Brenno, que sentiu lesão no aquecimento, quase complicou o bom início do time. O goleiro tentou tabelar com Rodrigues, mas perdeu a bola para o marcador e saiu para tentar desarmar o jogador do Novorizontino. A marcação gremista se recuperou rápido e evitou que o time paulista tivesse condições de finalizar no gol vazio.

Em bela combinação, Bitello chegou a marcar. Diego Souza escorou com categoria bom cruzamento de Nicolas para o jovem finalizar de primeira. Mas o VAR revisou o lance e sinalizou que o meio-campista estava adiantado.

No último minuto, após cruzamento de Edilson, Diego Souza brigou pela bola e ficou pedindo pênalti. Após revisão, a cobrança não foi marcada. Na sequência, enfim, o pênalti foi confirmado em lance de disputa de Filemon com Geromel. A bola desviou na mão do zagueiro do Novorizontino. Na cobrança, Diego Souza acertou o canto direito de Giovanni. Um gol para encerrar um período de três partidas sem marcar na Série B.

O gol devolveu a naturalidade ao Grêmio. A equipe voltou para o segundo tempo com a mesma postura agressiva, mas sem os erros técnicos que a pressão pela sequência negativa gerava. Com mais naturalidade, o segundo gol nasceu em um lance que contou com a sorte.

Nicolas tocou a bola para a área, Biel errou em bola e a bola passou por entre as pernas do zagueiro. Aos 12, Janderson recebeu completamente livre na área só teve o trabalho de completar para o fundo das redes: 2 a 0.

O atacante teve outra chance após lance iniciado por Thiago Santos. O volante roubou a bola no campo de ataque e lançou Biel, que viu Janderson disparar pelo lado direito. O atacante chutou sem muita força e Giovanni fez boa defesa.

Roger Machado trocou peças para manter o controle da partida. Sem ser ameaçado, o Grêmio controlou o adversário e garantiu uma vitória que dá tranquilidade para o trabalho da comissão técnica prosseguir em busca do retorno para a Série A.



Veja também