O Grêmio avança em seu interesse em contratar Diogo Barbosa. A diretoria gremista abriu negociações e está perto de um acerto com o Palmeiras pelo lateral-esquerdo de 28 anos.

Conforme apurado pelo ge, os dois clubes já desenham um acordo pela transferência. O negócio, porém, só irá avançar caso Vanderlei Luxemburgo dê aval para a liberação do jogador.

O Palmeiras não tem interesse na transferência de Diogo Barbosa por empréstimo, como já foi discutido em outras oportunidades. O clube gaúcho acompanha o atleta desde o período de paralisação nas competições por causa da pandemia do novo coronavírus.

No Verdão, o discurso é de que a possibilidade de transferência avançou desta vez para um modelo de negócio que envolva a compra de parte dos direitos econômicos do jogador – os palmeirenses têm 50% de Diogo Barbosa.

Diogo Barbosa, do Palmeiras, em ação na vitória sobre o Santo André — Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Diogo Barbosa, do Palmeiras, em ação na vitória sobre o Santo André — Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O Tricolor gaúcho busca um atleta para a posição desde a saída de Caio Henrique. Atualmente, Bruno Cortez é o titular, com Guilherme Guedes como substituto imediato. No clube paulista, Matías Viña é o titular da lateral esquerda, e Diogo Barbosa, o reserva imediato.

Diogo teve uma sequência de quatro jogos no Brasileirão, antes da volta do uruguaio contra o Inter, na última quarta-feira. O brasileiro entrou em campo contra o Colorado e fez seu quarto jogo no Brasileirão.

Além disso, o Palmeiras recentemente cedeu Victor Luis ao Botafogo por empréstimo. Se a diretoria também liberasse Diogo Barbosa, o técnico Vanderlei Luxemburgo teria como única alternativa no elenco o jovem Lucas Esteves, formado nas divisões de base.

Mas o lateral-esquerdo não vive um bom momento no Palmeiras. Ele foi alvo de cobranças da torcida em dois protestos recentes.

O primeiro, em Curitiba, quando a delegação voltava da vitória sobre o Athletico. Depois, na última quinta-feira, torcedores picharam o muro da sede do clube e pediram a sua saída, além da de outros companheiros.



Veja também