Em meio a temores quanto ao Campeonato Brasileiro e pedidos do técnico Renato Portaluppi para ajustes na competição, o Grêmio viajará nesta terça-feira (11) para seu primeiro compromisso fora de Porto Alegre na disputa. O caso envolvendo 10 jogadores com testes positivados para coronavírus no Goiás criou um sinal de alerta e solicitação de esclarecimento para a CBF, não só do treinador, mas também do vice-presidente de futebol gremista, Paulo Luz.  O clube já providenciou seus testes relativos à partida da segunda rodada, fazendo inclusive 10 exames a mais do que está no protocolo do Brasileirão. 

Os treinos tricolores para enfrentar o Ceará serão em Porto Alegre. Além dos trabalhos da segunda-feira (10), um novo treinamento está marcado para a terça pela manhã, quando será conhecida a delegação que embarcará para Fortaleza. A primeira viagem em avião durante a pandemia está programada para começar 13h, em voo fretado, com chegada na capital cearense prevista para 17h45min. A ocupação da aeronave está limitada em 42 passageiros, tal qual prevê o protocolo da CBF. Normalmente o grupo é superior a 50 pessoas.

Chegando a Fortaleza, o destino será o Hotel Holiday Inn, na praia de Iracema. O estabelecimento não está funcionando com capacidade máxima, de acordo com protocolos sanitários  locais. As medidas tomadas pelo Grêmio preveem a distribuição da delegação em apartamentos duplos, como acontece desde a reapresentação dos profissionais em Porto Alegre visando o Gauchão. A opção por alojamentos individuais, segundo o clube, não é necessária pelo fato de todos os integrantes do grupo estarem testados com resultados negativos para coronavírus. Por este mesmo motivo, apenas um ônibus será utilizado nos deslocamentos.

O Grêmio fez testes em 33 jogadores, além da comissão técnica, demais  funcionários e dirigentes. O protocolo da CBF prevê a testagem apenas para 23 atletas, mas a opção gremista previu a necessidade de trocas no grupo, além do fato de estarem concentrados todos do elenco desde o clássico Gre-Nal na última quarta-feira (5). Foram 50  exames do tipo PCR realizados, havendo também a testagem sorológica feita com mais frequência por questão de segurança. O departamento médico tricolor já realizou 700 dos chamados “testes coreanos”, feitos através da coleta de sangue. Uma primeira remessa de 900 exames foi comprada, e novo lote já foi encomendado.

Depois de jogar contra o Ceará, a delegação do Grêmio vai pernoitar em Fortaleza e o retorno a Porto Alegre, novamente em voo fretado, se dará a partir das 13h de quinta-feira, com chegada à capital gaúcha às 18hA preparação para a terceira partida do Brasileirão, contra o Corinthians, no sábado na Arena  terá  apenas um treinamento previsto, na sexta-feira. 



Veja também