Foto: Lucas Uebel

O Grêmio visitou o Barcelona de Guayaquil na noite desta quarta-feira no Equador pela partida de ida da semifinal da Libertadores e conseguiu um grande resultado ao vencer o jogo por 3 a 0 com gols de Luan (2) e Edílson. O Tricolor soube conter o ímpeto equatoriano e foi efetivo nas chances que teve.

O jogo de volta acontece na próxima quarta, às 21h45 na Arena do Grêmio em Porto Alegre.

Escalação inicial: Marcelo Grohe; Edilson, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur; Ramiro, Luan e Fernandinho; Lucas Barrios

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou disputado, mas o Grêmio logo tratou de ser eficiente. Aos 7 minutos, Cortez fez jogada pela esquerda e cruzou rasteiro na área, a bola sobrou para Luan chegar batendo, abrindo o placar.

Aos 20, Edílson cobrou a falta por fora da barreira, uma pancada no canto, ampliando o placar e formando o controle em Guayaquil. Após os dois gols, o time do Barcelona partiu para cima enquanto o Grêmio jogava mais defensivamente.

O time da casa abusava das jogadas aéreas e o Tricolor estava seguro na defesa sem sofrer grandes riscos. O jogo se encaminhou ao final com maior posse do time equatoriano, porém sem grande efetividade e conclusões com perigo.

SEGUNDO TEMPO
O time do Barcelona se lançou ao ataque, fazendo duas substituições no intervalo. Aos 3 minutos, Grohe operou um milagre, salvando o Tricolor de sofrer o gol. E a defesa foi essencial pois aos 6, Luan aciona Edílson que chega a linha de fundo e cruza rasteiro na área onde estava Luan que chegou batendo marcando seu segundo gol e o terceiro do Tricolor.

Com o passar do tempo o time equatoriano pareceu cansar o Grêmio buscava os contra-ataques. Luan teve grande chance aos 33 mas acabou batendo por cima dentro da área. Cícero também teve boa chance no fim, quase marcando o quarto gol.

A torcida do Barcelona deixava o estádio antes do término do jogo. O Tricolor segurou o resultado positivo até o fim, levando larga vantagem para o jogo da volta.



Veja também