Nesta quinta-feira, Roger volta a comandar mais uma tarde de treino no CT Luiz Carvalho após o empate sem gols com a Chapecoense. Uma rotina que será constante até o próximo compromisso, apenas em dez dias. O Tricolor encara o Guarani, em Campinas, dia 5, e treinador vai usar o período sem jogos para entrosar a equipe com os reforços Lucas Leiva e Guilherme, que podem iniciar, e recuperar lesionados.

O Grêmio tem pela frente um descanso maior até a próxima partida da Série B. O hiato será usado pela comissão técnica fazer alguns ajustes no time e buscar a tão desejada vitória longe da Arena. A última vitória fora de casa ocorreu sobre o Operário-PR dia 27 de abril, há três meses.

O tempo de dez dias sem compromissos no calendário será favorável para o time gaúcho por diferentes motivos. Primeiro, Roger Machado terá mais dias de treinamento em um momento em que perdeu o volante Bitello, suspenso, e tem a possibilidade real de ficar novamente sem Ferreira, que fará exame nesta quinta-feira após sentir desconforto muscular na coxa esquerda.

Recentemente, o treinador passou a contar com dois reforços nesta janela: Lucas Leiva e Guilherme. Nas duas partidas que ficaram à disposição, ambos iniciaram no banco de reservas e entraram ao longo dos 90 minutos – no empate com a Chapecoense, na terça, ainda no primeiro tempo.

Para o dia 5, contra o Guarani, Roger também terá Thaciano à disposição depois de cumprido o prazo de 14 dias após a segunda dose da vacina para Covid-19. Roger trabalhará a equipe para melhorar parte tática e física com os reforços. Lucas Leiva deve entrar naturalmente no time titular.

Guilherme e Lucas Leiva, reforços do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Guilherme e Lucas Leiva, reforços do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Se for constatada alguma lesão, será a quarta vez no ano que Ferreira desfalca o Grêmio por lesão. Guilherme é a primeira opção para ingressar no time, como já aconteceu contra o Chape.

Mais um ponto que o período sem jogos pode ser benéfico para a comissão técnica é o fato de poder recuperar jogadores que estão lesionados. Brenno, por exemplo, está recuperado da lesão na panturrilha e tem volta prevista para o próximo duelo.

Outros dois jogadores têm chances de também ficarem à disposição. O centroavante Elkeson e o lateral-direito Edilson estão em recuperação de lesão muscular na coxa esquerda e direita, respectivamente. Como o Grêmio volta a atuar apenas no dia 5 de agosto, existe a possibilidade de estarem aptos, já que participam de atividades de transição.

Já a situação de Kannemann é mais delicada. O argentino tem uma lesão na panturrilha e, devido a um acidente doméstico, precisou fazer um esforço na região, o que atrasou sua a recuperação. Como sua reabilitação não está no mesmo estágio dos companheiros, dificilmente retorna contra o Guarani.

O elenco volta a CT Luiz Carvalho a partir das 15h30 para começar a preparação para o confronto da 22ª rodada da Série B. O time de Roger visita o Guarani, no Brinco de Ouro, dia 5, a partir das 21h30.



Veja também