Foto: Jéssica Maldonado / Grêmio

O Grêmio anunciou, nesta terça-feira, o desligamento de 14 atletas do time feminino. Conforme comunicado no site oficial do clube, as jogadoras Andressinha, Bicê Barbosa, Gabizinha, Geo, Juju, Kethleen, Luíza Farinon, Mary, Rafa Ancheta, Renata May, Taba, Thais, Thayanne e Thayla, cujos contratos se encerram neste 31 de dezembro, não terão contratos renovados.

Em nota, o clube agradeceu a “dedicação e entrega” das atletas, que culminou com o acesso para a elite do futebol brasileiro feminino em 2019. O Tricolor desejou ainda “sucesso na vida pessoal e profissional das atletas”.

Ainda segundo a publicação, o clube disse estar trabalhando para a contratação de novos reforços em 2020, que devem ser anunciados em breve. Conforme o Grêmio, “a reformulação no elenco visa fortalecer ainda mais o grupo, que tem como objetivo consolidar as Gurias Gremistas na elite do futebol feminino”.

Após dois anos na Série A2, considerada a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, o Grêmio garantiu retorno à elite após fazer boa campanha na competição em 2019. Chegou até às semifinais, garantindo um dos quatro acessos para a Série A1. Além do Tricolor, subiram Cruzeiro, São Paulo e Palmeiras.

A reportagem do Correio do Povo tentou contato com a assessoria do Grêmio para mais informações sobre os desligamentos das atletas e uma possível renovação do time para a disputa da elite do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. No entanto, até a publicação desta matéria, ainda não havia obtido retorno.



Veja também