Grêmio analisa dois nomes para reserva de Geromel e Kannemann

Tricolor não tem no banco de reservas um jogador com confiança para substituir a dupla de zaga

1 de fevereiro de 2017 - Às 12:18
Foto: Eduardo Moura

O Grêmio tem sua dupla titular na zaga indiscutível: Geromel e Kannemann. Porém, quando um dos dois fica ausente, começam os problemas. O Tricolor não tem no banco de reservas um zagueiro de confiança tanto quanto os dois titulares. Sabendo disso, a diretoria busca contratar um zagueiro e analisa nomes como Bruno Aguiar, atualmente no Muaither Sports Club, do Catar, e Rodrigo Moledo, do Panathinaikos.

Ambos entram no perfil almejado. Por outro lado, a diretoria do Grêmio afirma não ter nenhum negócio em andamento com possibilidade de ser encerrado nos próximos dias.

O vice de futebol Odorico Roman diz, por exemplo, que o peruano Alberto Rodríguez, do Universitario, não está dentro das aspirações atuais por conta do estilo técnico. E é direto em relação a característica do zagueiro desenhado.

– Queremos um zagueiro que se imponha e tenha velocidade – resume o dirigente gremista.

Bruno Aguiar

Foi oferecido por um empresário. Analisado pelo Grêmio, fica como uma espécie de “segunda opção” para o momento. O defensor de 30 anos tem contrato com o Joinville até o final da temporada. Assim, sua liberação não seria um empecilho caso o Tricolor opte por tentar sua contratação.

Rodrigo Moledo

Está em alta na Grécia aos 29 anos e ainda recebeu proposta do Inter, o que é um fator complicador. Há alguns meses, os gregos atrasaram salários e seria “mais tranquilo” conseguir a liberação do atleta. Agora, escolhido melhor zagueiro da competição nacional, está valorizado. Pessoas próximas a ele necessário um investimento para tirá-lo do clube, já que tem contrato até 2018. Foram 21 jogos e um gol marcado na última temporada.



Veja também