Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação

Com a proximidade da decisão da Copa do Brasil, o Grêmio analisa pontos que podem melhorar para superar o Palmeiras na final do torneio. Um dos pontos debatidos internamente é o sistema defensivo, que sofreu 10 gols nos últimos quatro jogos. Por isso, os confrontos válidos pelo Brasileirão que antecedem os confrontos do título podem servir de ensaio geral para o enfrentamento com o campeão da América.

Ciente da ausência de Pedro Geromel, por conta da lesão no ligamento do pé esquerdo, Renato Portaluppi perdeu não apenas o capitão do time, mas também o líder do sistema. Dentro da formação de jogo gremista, o camisa 3 é o responsável por ajustar o posicionamento dentro de campo. Por isso, o desfalque é muito lamentado.

Publicamente, a comissão técnica apenas relata que os atletas precisam estar focados, mas há o entendimento de que desde os atacantes precisam colaborar para as infiltrações e bola aérea não serem tão frequentes como nas últimas partidas. Os frequentes avanços de Rodrigues, que agradam alguns torcedores, já foram analisados e entendidos como perigosos. Por mais que o camisa 38 consiga fazer a recuperação a tempo, a solidez e segurança de David Braz e Paulo Miranda estão sendo discutidas para encarar os paulistas.

Desta forma, a mudança na parceria de Kannemann poderá ser promovida já contra o Botafogo na segunda-feira (8), às 20h, pelo Brasileirão. Até o momento, o esboço de zaga segue contando com Rodrigues. Os dois treinamentos que antecedem o compromisso podem definir a questão, mas o rendimento nas rodadas seguintes encaminhará qual opção será a escolhida para iniciar o embate no dia 28 de fevereiro, em Porto Alegre, na ida da final da Copa do Brasil.

Nas laterais, apesar de contestados por alguns torcedores, Victor Ferraz e Diogo Barbosa dificilmente terão suas titularidades revistas. Vanderson é elogiado pelas recentes aparições, mas a experiência do camisa 2 é vista como importante neste momento. Cortez, pelo lado esquerdo, teria mais chances de reconquistar espaço, mas há o entendimento de que Diogo está atuando em um bom nível e precisa apenas ter mais atenção na linha defensiva.



Veja também