Um dos jogadores que podem vestir a camisa do Grêmio em 2023 é Isidro Pitta. O centroavante paraguaio estava emprestado ao Juventude e é analisado pelo departamento de futebol do Tricolor como um nome para compor o grupo. Porém, ainda sem oficializar proposta.

A informação foi publicada inicialmente por GZH e confirmada pelo ge. A atual direção do clube gaúcho fez contato com o agente do atacante ainda antes de Alberto Guerra ser eleito presidente. Depois da posse, não procurou o estafe do atleta, mas o mantém em uma lista de possíveis reforços.

Em contato com o ge, o empresário de Pitta confirmou que nos últimos dias não recebeu contato do Grêmio, mas admitiu que já foi procurado por outros clubes brasileiros, como Botafogo, Fortaleza e Coritiba. O paraguaio pertence ao Huesca, da Espanha.

Isidro Pitta comemora gol diante do Ceará  — Foto: Fernando Alves/E.C Juventude

Isidro Pitta comemora gol diante do Ceará — Foto: Fernando Alves/E.C Juventude

Neste mês, Isidro Pitta foi punido pela Fifa pela saída do Santa Cruz Alvarenga, de Portugal, sem ressarcimento. O jogador foi obrigado a realizar o pagamento de 65 mil euros (R$ 351 mil) ao clube português, sob pena de ficar impedido de atuar por seis meses. O empresário do centroavante afirma que a multa já foi paga e está liberado para atuar.

Já realizamos o pagamento de toda a multa junto à Fifa. Então, o Pitta está liberado para atuar.

— Juan Alberto Dragotto, empresário de Isidro Pitta

Atualmente, o atacante de 23 anos está passando as férias no México e aguarda a definição sobre seu futuro. Nesta temporada, atuou pelo Juventude, de Caxias do Sul, e foi titular durante boa parte de 2022. Pelo Alviverde, fez 42 jogos, balançou a rede oito vezes e deu três assistências.

O Grêmio analisa ainda outros nomes no mercado. Efetuou proposta apenas ao Franco Cristaldo e Felipe Carballo, mas mantém conversas com o lateral-esquerdo Reinaldo e sonda a situação do atacante Michael, ex-Flamengo.



Veja também