Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP memória

O departamento de futebol do Grêmio irá aguardar o fim da pré-temporada para definir se precisa de mais reforços. Até o momento, quatro contratações foram realizadas: Felipe Vizeu, Rômulo, Montoya e Julio César. Nem mesmo o lateral- esquerdo, posição que Renato Portaluppi têm no grupo Cortez e Juninho Capixaba, com contrato até maio, é motivo de extrema preocupação.

“Continuamos atento ao mercado, mas aguardando a pré-temporada para avaliarmos melhores as posições carentes. Não estamos parados, apenas analisando”, afirmou o diretor de futebol, Deco Nascimento. “Temos jogadores da base que estão chegando (nos profissionais). Ano passado começaram um momento de consolidação e pode ser que esse ano desencantem mais ainda. O importante é que encorpamos o time com essas quatro contratações. Depois veremos se será preciso reforçar”, complementou a resposta.

O vice de futebol Duda Kroef revelou que o Grêmio sondou a possibilidade de contratar o lateral esquerdo Jorge, que está emprestado pelo Monaco ao Porto. Além do jogador de 22 anos, o Tricolor tentou o argentino Emmanuel Mas, porém, o negócio não avançou e outras possibilidades estão sendo avaliadas.

“Demos uma recuada no sentido da lateral esquerda. Temos dois bons jogadores. O Cortez titular e Juninho (Capixaba), que tem contrato até maio, então, temos certa preocupação, realmente, mas com calma. O Jorge foi um dos nomes que cogitamos, mas não tem nada”, admitiu Kroeff.

O vice de futebol voltou a repetir que o Grêmio não quer vender o zagueiro Kannemann. Segundo o dirigente, apenas o Boca Juniors fez uma tentativa oficial, mas não logrou êxito. O Tricolor volta a treinar às 16h, no CT presidente Luiz Carvalho.



Veja também