Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Um dos desafios do Grêmio para a temporada de 2022 é baixar os valores da folha de pagamento. Neste caso, o maior problema a ser resolvido é a situação de Douglas Costa. Para tentar encontrar uma solução para o jogador com maior salário no elenco, o Departamento de Futebol agendou uma reunião na próxima semana com o empresário do atleta, Junior Mendonza, para sacramentar o futuro do camisa 10.

Em entrevista à GZH, o vice de futebol do Grêmio, Denis Abrahão, disse que a negociação será construída “a quatro mãos”.

— Na semana que vem vou ter uma reunião com o empresário dele para costurar uma coisa a quatro mãos. Um negócio que seja bom para ele e para o Grêmio. Nós vamos construir um negócio a quatro mãos, isso está definido — afirmou.

Em seguida, questionado se este negócio seria a saída de Douglas Costa, Abrahão não foi definitivo.

— Olha, eu não sei (se Douglas Costa vai sair). Não sei. O futebol é dinâmico. O que é verdade hoje pode ser mentira amanhã — disse.

Douglas Costa está de férias nas Maldivas. O jogador colecionou polêmicas, especialmente na reta final da disputa da Série A. Após a confirmação do rebaixamento do clube, Dênis Abrahão disse que a manutenção do jogador para 2022 era muito difícil. Um dos clubes que aparece como interessado no atacante é o São Paulo. Também se sabe que há interessados na Arábia Saudita e no Catar.

Douglas Costa chegou ao Grêmio em maio deste ano cercado de expectativa. O jogador está emprestado ao clube gaúcho pela Juventus-ITA até a metade de 2022, e tem uma cláusula de renovação automática até o final de 2023. Para que o camisa 10 saia, terá de aparecer uma proposta para que o jogador seja repassado a outro clube.



Veja também