Foto: João Victor Teixeira

O Grêmio acreditar ter “elementos suficientes” para reverter a punição de perda de três mandos de campo no STJD. Na tarde desta terça-feira, antes da partida contra o Sport, o Tribunal decidiu por punir o clube por conta das confusões ocorridas na partida contra o Cruzeiro, em agosto, pela Série B.

Após a punição, o Grêmio trabalha para juntar elementos e obter, no primeiro momento, o efeito suspensivo. Isso daria tempo para um novo julgamento, buscando a absolvição.

Em entrevista coletiva depois do duelo com os pernambucanos, o presidente Romildo Bolzan Jr. garantiu que o clube fez tudo que estava ao alcance para auxiliar as autoridades a identificar os responsáveis. O clube garante ter disponibilizado as imagens e colaborado para identificar os torcedores.

Além disso, o Grêmio se apega a outro fator técnico, desta vez no julgamento. A decisão do Pleno do STJD não foi unânime, e sim pelo placar de 3 a 2, algo que pode ser um elemento facilitador para a reversão.

No empate em 2 a 2 contra o Cruzeiro, em 21 de agosto, em jogo válido pela 25ª rodada da Série B, confusões na arquibancada norte entre torcedores do Grêmio chegaram a paralisar a partida por duas oportunidades durante o primeiro tempo. A partida retomou cerca de 4 minutos após o início do segundo incidente, mas focos do tumulto ainda eram registrados nos corredores do estádio. No momento da confusão, o Grêmio perdia pelo placar de 1 a 0.

O Grêmio tem justamente mais três jogos em casa na competição, contra CSA, Bahia e Brusque. As demais partidas, diante de Sampaio Corrêa, Londrina, Náutico e Tombense são longe da Arena.

Caxias é plano B

Mesmo que não admita publicamente, o Grêmio já tem um plano B caso não consiga o efeito suspensivo ou a reversão da decisão. O Tricolor pretende mandar seus três jogos restantes na Série B em Caxias do Sul.

No entanto, teria problemas nessa “praça”, independente do estádio a ser definido. Caso opte pelo Jaconi, a primeira opção, tem conflito de datas com o Juventude, que joga pela Série A. Já o gramado do Centenário, no qual o Caxias jogou recentemente a Série D, estaria em condições abaixo do ideal.

Em compasso de espera por uma definição, o Grêmio terá 10 dias de folga até o próximo compromisso na Série B. Só volta a campo para enfrentar o Sampaio Corrêa no dia 30 de setembro, sexta-feira, às 19h. A partida, válida pela 32ª rodada, acontece no Maranhão. 



Veja também