Após passar novamente em branco no empate em 2 a 2 com o Santos, na noite de quinta-feira, pelo Brasileirão, Ferreira voltou a ser assunto na entrevista coletiva do vice de futebol do Grêmio Marcos Herrmann. O atacante está em negociação com a direção para renovar o contrato, mas o próprio clube entende a dificuldade em fechar uma proposta que agrade todas as partes.

Há um mês sem balançar as redes, Ferreira segue como vice-artilheiro na temporada, com 11 gols marcados. O destaque no início de 2021 fez o Dínamo Kiev, da Ucrânia, fazer uma sondagem ao estafe do jogador. O Grêmio se adiantou e tratou de buscar uma nova ampliação de contrato para aumentar a multa rescisória, hoje próximo dos 10 milhões de euros.

O atleta já havia assinado a extensão do vínculo até 2023, em setembro passado, só que o Tricolor entendeu a necessidade de este novo momento para não vendê-lo por um valor considerado baixo, caso haja alguma proposta. Desde então, as conversas têm ocorrido, porém, longe de um acerto.

– Vejo um rapaz que tem treinado muito bem, completamente integrado ao ambiente, excelente funcionário do Grêmio, dedicado, feliz, sempre sorridente. Se está incomodado, não passa isso. É uma negociação difícil, temos que entender, de um jogador especial, interessante, muito bom. Enfim, vai levar algum tempo. Mas as partes estão construindo a casa tijolo por tijolo, com calma – afirmou o vice de futebol.

Ferreira é cercado por dois marcadores contra o Santos — Foto: Eduardo Moura/ge

Ferreira é cercado por dois marcadores contra o Santos — Foto: Eduardo Moura/ge

Coincidência ou não, o momento de seca de Ferreira começou depois que as tratativas para renovação tiveram início. No mesmo período, contudo, ele contraiu Covid-19 e ficou 10 dias afastado dos treinamentos. Retornou com o Brasileirão já em andamento e participou das derrotas para Athletico e Sport, além do empate com o Santos.

– Atribuir uma pretensa má fase dele acho que seria injusto. O time não passou por um bom momento depois do episódio da Covid. Fica 10 dias fora de treino, pega 15 dias para voltar. Está em processo de recuperação fruto da Covid. Acredito que é mais isso do que a questão da negociação, que é boa para todo mundo. Seja como terminar, vai ser um vencedor. Queremos ser vencedores junto com ele, mantendo-o no Grêmio – reforçou Herrmann.

O próximo jogo do Grêmio é no domingo, às 20h, contra o Fortaleza, novamente na Arena. A equipe segue na lanterna da competição, com somente um ponto somado em quatro jogos disputados até o momento.



Veja também