Al-Ittihad/Divulgação

O Grêmio acionou a Fifa por causa de uma dívida com o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, referente a venda de Marcelo Grohe em janeiro. Após tentar (sem sucesso) negociar diretamente com os árabes, o clube gaúcho optou por tentar a entidade máxima do futebol.

Conforme apurado pelo GloboEsporte.com, o Al Ittihad deve duas parcelas de R$ 6 milhões ao Tricolor gaúcho. Grohe foi anunciado pelo Al Ittihad no dia 2 de janeiro, em uma negociação que envolveu US$ 3 milhões (R$ cerca de R$ 12,6 milhões na cotação atual).

Grohe foi anunciado pelo árabes em janeiro, após cumprir um ciclo de 19 anos no Grêmio, com 408 jogos disputados. Cumpriu todos os estágios desde as categorias de base e subiu ao profissional em 2005, no grupo campeão da Série B. Após idas e vindas, o goleiro firmou-se no time titular a partir de 2014. Não perdeu mais a posição até este fim de 2018, quando ficou afastado das últimas partidas devido a fraturas nas costelas e a uma lesão no pulso.

Por causa do problema no pulso, Grohe ficou mais de 10 meses afastado dos gramados. O goleiro estreou pelo Al Ittihad no final de agosto, quando entrou em campo no empate em 0 a 0 com Al Ahed, no Líbano, pela Mohammed VI Champions Cup, a Liga dos Campeões dos clubes árabes.



Veja também