O Grêmio acertou a renovação de contrato de Matheus Nunes, lateral-esquerdo do grupo de transição, até o fim de 2023. O garoto de 20 anos tinha contrato por vencer em dezembro deste ano e foi o capitão no vice da Copa São Paulo.

Faltam apenas detalhes burocráticos para a assinatura de contrato, prevista para ocorrer ainda essa semana. Houve valorização salarial e aumento da multa rescisória para o exterior.

Matheus Nunes é lateral-esquerdo e deve ser observado no profissional  — Foto: Rodrigo Fatturi/DVG/Grêmio

Matheus Nunes é lateral-esquerdo e deve ser observado no profissional — Foto: Rodrigo Fatturi/DVG/Grêmio

Matheus é um dos seis garotos que devem subir ao grupo profissional até o fim da temporada, acelerando sua lapidação. Ainda assim, ele fica atrás do titular Bruno Cortez e o reserva Guilherme Guedes. Até o momento, o Grêmio não contratou um lateral para repor a saída de Caio Henrique.

Matheus chegou para as categorias de base do Grêmio aos 13 anos. Praticava futsal na cidade natal, Uruguaiana, na fronteira oeste do Rio Grande do Sul. Agora com 20 anos, fez sua última temporada pelo sub-20. Após o vice da Copa São Paulo, com direito à braçadeira de capitão, subiu para o grupo de transição.

Com a pandemia do novo coronavírus paralisando o futebol, ficou pouco tempo no time sub-23. E não deve voltar. A ideia do clube é acelerar seu processo de evolução e observá-lo mais próximo do profissional justamente pela vaga aberta na lateral. Até o momento, ele tem treinado em casa, sob orientação do técnico Thiago Gomes.



Veja também