Tricolor perde chances mas Bobô faz no fim e Grêmio vence o Figueira

Tricolor finalizou mais de 25 vezes mas não foi efetivo nas chances e acabou sofrendo o empate

10 de julho de 2016 - Às 12:53
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

O Grêmio recebeu o Figueirense novamente jogando às 11h da manhã e na Arena e com maior público do Tricolor no Brasileirão – quase 37 mil – o Grêmio venceu por 2 a 1 com gol de Bobô nos acréscimos, após uma infinidade de chances perdidas.

O Grêmio chega aos 27 pontos e segue em 3º, um ponto atrás dos líderes Palmeiras e Corinthians que possuem 28.

Escalação inicial: Grohe, Edilson, Rafael Thyere, Fred, Marcelo Oliveira, Walace, Jailson, Giuliano, Douglas, Everton e Luan.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo iniciou e logo no primeiro ataque Tricolor, após cruzamento, a bola sobrou para Giuliano que dominou e chutou, a bola bateu no braço de Werley e o árbitro não marcou pênalti. O time catarinense não se acanhou e chegou com perigo aos 8 minutos, o chute de Bady passou raspando a trave.

O jogo era bastante equilibrado e aberto, o time do Figueirense não ficava apenas se defendendo. O jovem Everton buscava jogadas individuais e chutes com perigo. Aos 38 e aos 40, Edilson e Giuliano quase marcaram, respectivamente.

A pressão deu resultado aos 44 minutos. Walace arriscou de fora da área e acertou um lindo chute no canto, sem chances para o goleiro, abrindo o placar na Arena.

SEGUNDO TEMPO
O Tricolor começou a etapa final com intensidade e pressionando o Figueirense, principalmente com Everton, que fez o goleiro trabalhar. Aos 12, o goleiro catarinense fez boa defesa em tentativa de Douglas. Um minuto antes, Luan já havia testado o goleiro.

O Grêmio pressionava e buscava o segundo gol, sendo muito superior ao time do Figueirense. Aos 26, o técnico Roger promoveu a entrada de Bolaños no lugar de Luan. O Tricolor criava as chances, mas não finalizava bem.

Como quem não faz toma, aos 30 minutos, em uma das poucas chegadas do Figueirense, Ayrton apareceu na segunda trave e acertou lindo chute, sem chances para Grohe, empatando o jogo.

O Tricolor se lançou ao ataque e Roger colocou Pedro Rocha e Bobô no jogo. O Grêmio partiu para cima, criou chances e teve escanteios, e aos 47 minutos, Bobô fez o segundo gol, garantindo a vitória.



Veja também