Gre-Nal vira divisor de águas para Tardelli fincar raízes e seguir no Grêmio

Atacante está relacionado e, se entrar em campo no sábado, passa limite de partidas no Brasileiro, o que impede saída

19 de julho de 2019 - Às 12:07
Lucas Uebel/Grêmio

O último capítulo da indefinição sobre o futuro de Diego Tardelli tem data e horário marcado: o Gre-Nal de sábado, às 19h, no Beira-Rio, Pela 11ª rodada do Brasileirão. Entrar em campo no clássico 421 é a prova cabal da intenção do atacante de permanecer no Grêmio.

Tudo caminha para duelo servir como um divisor de águas para o atacante em sua curta história no clube gaúcho. A ida a Salvador amenizou a pressão sobre o camisa 9. O atacante ficou no banco de reservas durante a vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, que garantiu o Grêmio na semifinal da Copa do Brasil.

Mas isso pode ter sido apenas uma medida paliativa, pelo simples fato de Tardelli já ter, antes, entrado em campo na Copa do Brasil. Em caso de mudança de clube, cogitada antes da manifestação do atacante nas redes sociais, não poderia atuar de qualquer maneira nesta competição.

Se entrar em campo no Gre-Nal neste sábado – e, com a probabilidade de reservas, a chance é grande –, Diego Tardelli completa sete partidas e, assim, não pode mais atuar por outro clube na Série A.

– O dia que não puder chamar a atenção de um jogador meu, nem falo do Tardelli, não vou ser mais treinador. Porque falaram que o Renato deu esporro, e o Tardelli não quis ir pro jogo. Uma que se eu der esporro em jogador e ele não jogar por causa disso, ele vai embora do clube – minimizou RenatoRenato abraça Diego Tardelli após classificação — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato abraça Diego Tardelli após classificação — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Depois de dois jogos fora, contra Bahia e Vasco, o atacante de 34 anos voltou ao convívio dos colegas com a viagem a Salvador e comemorou com os companheiros a classificação no vestiário. O clima parece ser favorável a uma recuperação plena no clássico.

Todo o elenco está relacionado para o clássico Gre-Nal desde a noite desta quinta-feira. Apenas o argentino Kannemann não está entre os jogadores concentrados para o clássico de sábado. A tendência é de time reserva no Brasileirão para privilegiar o jogo com o Libertad, na quinta, pela Libertadores, depois da classificação na Copa do Brasil na última quarta.

Se entrar em campo, Tardelli dará a prova que falta para a diretoria sobre sua sequência. Na rodada anterior, o atacante foi assunto após a vitória sobre o Vasco mesmo sem estar na Arena. Recebeu um ultimato da diretoria gremista e se manifestou nas redes sociais poucos minutos depois para garantir a vontade de ficar no Grêmi.

Torna-se, portanto, uma grande alternativa para o Tricolor em meio a possibilidade de saída de Everton e a opção única de André, já que contratar um novo jogador para a função não parece tão simples. Maior investimento da temporada, Tardelli ganha mais uma chance para justificar a expectativa sobre sua contratação.

Apesar das declarações de Renato, é bem possível uma escalação com Tardelli e Luan como dupla de ataque. Durante a parada para a Copa América, isso foi treinado, mas não agradou ao comandante. No entanto, com a lesão de Felipe Vizeu, o único centroavante disponível é Da Silva, de 20 anos, pouco testado.

O treinador definirá a equipe no treino desta sexta-feira. Grêmio e Inter se enfrentam no Gre-Nal 421 neste sábado, às 19h, no Beira-Rio, pela 21ª rodada do Brasileirão.



Veja também