Foto: Divulgação / Grêmio FBPA

Embora Elias tenha iniciado o Gauchão com o time de transição do Grêmio, o grupo principal já é realidade para o jovem desde 2021. Os dois gols marcados na estreia com vitória sobre o Caxias só comprovam o status concedido pelo próprio clube.

O 2022 não poderia começar melhor para o jovem de 20 anos. No 2 a 1 de quarta-feira, o garoto primeiro completou jogada de Rildo e empurrou a bola para a rede dentro da pequena área. Depois, sofreu e converteu o pênalti para ampliar o placar.

A boa atuação ratifica a decisão do Tricolor. Segundo o presidente Romildo Bolzan Júnior, o jogador só não faz parte da pré-temporada com o grupo comandado por Vagner Mancini para ganhar mais oportunidades neste começo de ano.

O Elias está integrado no plantel (principal), ele baixou (para transição) para atender essa necessidade, ser melhor visto e se preparar para entrar quando necessário.
— Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio

No ano passado, Elias começou com o time profissional no Gauchão, mas em uma formação alternativa, enquanto grande parte do grupo tirava férias, já que as temporadas de 2020 e 2021 ficaram coladas.

No período, fez duas partidas na Sul-Americana e marcou dois gols. Depois do estadual, o atacante retornou à transição para a disputa do Brasileirão de Aspirantes. Foi o principal nome da equipe no título da competição, com 12 gols em 13 jogos e se tornou artilheiro do campeonato.

Ano passado o Elias ficou no profissional, retornou para transição para o Aspirante, virou goleador e o melhor jogador da competição. Depois vai ao profissional de novo, vai bem, mas a gente teve dificuldade no final do ano passado – lembrou Kevin Krieger, diretor de futebol da transição.

Com o título do Brasileirão de Aspirantes, o atacante voltou ao grupo principal no final do mês de outubro. Foi relacionado para seis jogos, mas atuou em apenas três. Na sequência, a briga da equipe contra o rebaixamento pesou, e Elias não figurou mais no profissional.

Não é de hoje, porém, que Elias desperta a atenção no clube. Na Copinha de 2020, já havia sido um dos destaques na campanha do vice-campeonato. Cesar Lopes, técnico da transição, o conhece bem e valorizou suas características em entrevista antes do início deste Campeonato Gaúcho.

Como o princípio é trabalhar várias características do jogador, já utilizamos vários recursos. (Elias) Participou pelo lado e também no meio da área. É algo que fazemos desde o Aspirantes. É um jogador de força e habilidade. Ele tem esse repertório e, quando conseguimos aumentar as características dele, é sempre melhor – frisou o comandante.

Apesar da versatilidade no ataque, Elias ainda precisará ultrapassar Diego Souza e Churín na hierarquia da equipe de Vagner Mancini. Por mais que tenha uma estatura menor, o jovem se sobressai na velocidade e na possibilidade de atuar no lado do campo.

A próxima chance de Elias despertar a atenção de Vagner Mancini é no sábado, quando a equipe de Cesar Lopes encerra, até segunda chamada, a participação no Gauchão. O Grêmio visita o Brasil de Pelotas, a partir das 16h30.



Veja também