Foto: Lucas Uebel

Um lance aos 36 minutos do segundo tempo sobressaltou os mais de 45 mil gremistas que foram à Arena ver a vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil. Pedro Geromel disputou a bola com o atacante Raniel na linha de fundo e já caiu no gramado com a mão no músculo adutor da coxa direita. Ele precisou ser substituído e um exame de imagem nesta quinta irá medir o grau da lesão.

O quadro na comissão técnica e até no próprio grupo de jogadores, contudo, é pessimista. Em entrevista coletiva, Renato Gaúcho admitiu que a situação do zagueiro não é boa. O goleiro Marcelo Grohe relatou que o defensor mancava demais no vestiário. Tanto que foi conduzido de maca desde o campo ao reservado tricolor.

– É uma perda. É um zagueiro a nível de seleção brasileira, mas temos jogadores no grupo que têm que estar preparados. O que jogar tem que dar conta do recado do jeito que o Geromel vinha jogando. É músculo, provavelmente grau dois, talvez três. Pelo que entendo, no mínimo, três semanas – lamentou o treinador.

O tamanho do problema só será diagnosticado nesta quinta-feira, à tarde, na reapresentação do grupo tricolor para uma atividade regenerativa. Criticado pela torcida, Bressan foi o escolhido por Renato para atuar nos minutos finais do jogo contra o Cruzeiro. Assim, ele sai na frente na briga por uma vaga no time. Rafael Thyere ainda está em recuperação de lesão no tornozelo. Bruno Rodrigo corre por fora.

Com a vitória simples, o Grêmio joga pelo empate em Belo Horizonte na próxima quarta-feira, às 21h45. O Cruzeiro precisará triunfar por dois gols de diferença. Se devolver o placar da Arena, a decisão vai para os pênaltis. Os gaúchos também passam mesmo com derrota, desde que seja por um gol de diferença, a partir de 2 a 1.



Veja também