Geromel lamentou o primeiro gol do Santos, com 11 segundos, na eliminação do Grêmio da Libertadores. O zagueiro reconheceu que o time teve uma atuação abaixo nesta quarta-feira na derrota por 4 a 1 para o Peixe, na Vila Belmiro, no jogo de volta das quartas de final.

O Santos marcou dois gols com Kaio Jorge, um com Marinho e um com Laércio, e o Tricolor ainda descontou com Thaciano. Para Geromel, o time não teve uma queda rendimento, mas foi o Santos que teve os méritos da classificação. O gol logo cedo fez ruir a estratégia montada.

– Não teve queda nenhuma, o Santos dificultou muito, estão fazendo uma grande temporada. Mérito deles que não deixaram a gente jogar e infelicidade nossa de tomar um gol cedo e nossa estratégia ir por água abaixo – disse o defensor na saída de campo à Fox Sports.

Geromel em Santos 4x1 Grêmio pela Libertadores — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Geromel em Santos 4×1 Grêmio pela Libertadores — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Geromel também falou sobre a invencibilidade quebrada do Grêmio, que estava há 18 jogos sem perder. Mas o zagueiro quer olhar para frente, principalmente para o Campeonato Brasileiro e para a Copa do Brasil, onde o time está na semifinal e encara o São Paulo.

– Hoje as coisas não correram bem, não entramos bem desde o começo do jogo. A gente vinha em uma sequência sem perder, mas o Santos fez por merecer. Não era o que queríamos, mas temos que olhar para frente, temos Brasileiro e a semifinal da Copa do Brasil – lamentou.

A delegação do Grêmio segue em São Paulo e viaja na sexta-feira para Recife. No sábado, o Tricolor encara o Sport, na Ilha do Retiro, pelo Brasileirão. O jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil contra o São Paulo ocorre na quarta-feira da semana que vem.



Veja também