A dupla Geromel e Kannmann começou junta a semifinal da Copa do Brasil, vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo, na última quarta-feira. Mas não acabou. Aliás, tem sido a tônica em 2020 os dois zagueiros enfrentar problemas físicos alternados e não conseguirem sequência na parceria de sucesso.

Ambos estiveram juntos em campo por 35 minutos, até Geromel deixar o campo ainda no primeiro tempo com problema muscular na coxa esquerda. Entregou a faixa de capitão para o colega de zaga e foi ver do banco uma atuação de gala do companheiro.

O último jogo dos dois juntos havia sido o empate com o Santos, pelas quartas da Libertadores, também na Arena. Kannemann, na ocasião, voltava após um mês fora e acabou sacado no intervalo. Na derrota na Vila Belmiro, o argentino ficou no banco de reservas.

Geromel e Kannemann em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Geromel e Kannemann em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A dupla Geromel e Kannemann não tem conseguido atingir continuidade em 2020. Foram apenas 16 jogos juntos na temporada. Os defensores tiveram problemas físicos — quase sempre alternados —, o que os colocou ao lado dos outros zagueiros do elenco. Em 2019, a dupla atuou 31 vezes.

Geromel jogou 31 partidas em 2020, enquanto Kannemann esteve em campo em 24 oportunidades. David Braz tem 38 jogos disputados, e Rodrigues e Paulo Miranda, 21.

Jogos da dupla em 2020

  • Jogo 13 do Grêmio – 22/07/2020 – Inter 0x1 Grêmio – 4ª rodada do 2° turno do Gauchão
  • Jogo 14 – 26/07/2020 – Grêmio 1×1 Ypiranga – 5ª rodada do 2° turno do Gauchão
  • Jogo 16 – 02/08/2020 – Grêmio 4×3 Novo Hamburgo – Semifinal do 2° turno do Gauchão
  • Jogo 17 – 05/08/2020 – Grêmio 2×0 Inter – Final do 2° turno do Gauchão
  • Jogo 18 – 09/08/2020 – Grêmio 1×0 Fluminense – 1ª rodada do Brasileirão
  • Jogo 20 – 15/08/2020 – Grêmio 0x0 Corinthians – 3ª rodada do Brasileirão
  • Jogo 21 – 19/08/2020 – Flamengo 1×1 Grêmio – 4ª rodada do Brasileirão
  • Jogo 24 – 30/08/2020 – Grêmio 1×2 Caxias – final do Gauchão
  • Jogo 25 – 03/09/2020 – Grêmio 1×2 Sport – 7ª rodada do Brasileirão
  • Jogo 26 – 06/09/2020 – Atlético-GO 1×1 Grêmio – 8ª rodada do Brasileirão
  • Jogo 38 – 17/10/2020 – São Paulo 0x0 Grêmio – 17ª rodada do Brasileirão
  • Jogo 39 – 22/10/2020 – Grêmio 1×1 América de Cali – 6ª rodada da Libertadores
  • Jogo 41 – 29/10/2020 – Grêmio 1×0 Juventude – Oitavas da Copa do Brasil
  • Jogo 43 – 05/11/2020 – Juventude 0x1 Grêmio – Oitavas da Copa do Brasil
  • Jogo 53 – 09/12/2020 – Grêmio 1×1 Santos – Quartas de final da Libertadores
  • Jogo 57 – 23/12/2020 – Grêmio 1×0 São Paulo – Semifinal da Copa do Brasil

Para o jogo da próxima quarta, Renato Portaluppi espera pela reavaliação de David Braz, no próximo sábado. Mas o defensor ficou fora dos últimos dois jogos e, apesar de não ter lesão confirmada pelo clube, deve seguir como desfalque.

Ou seja, do trio mais frequente no ano, dois estão fora. Rodrigues aparece como próxima alternativa e deve ficar com a vaga no Morumbi. Paulo Miranda retorna de lesão muscular e deve ganhar alguns minutos contra o Atlético-GO, no domingo, também na Arena, confronto para o qual Kannemann está suspenso.

Soma-se aos dois o jovem Ruan, que tem poucos minutos no elenco profissional. A lista de defensores fica pela metade para os próximos jogos.

Problemas físicos alternados

A ruptura da tão festejada dupla não é novidade em 2020. O problema muscular de Geromel ainda não teve gravidade confirmada, mas ele entrou em campo após o apito final da vitória sobre o Sã Paulo com uma proteção na coxa esquerda e mancando.

Geromel iniciou o ano com uma artroscopia no joelho direito ainda em janeiro. Estreou contra o Juventude, no final de fevereiro. Àquela altura, Kannemann começou a temporada como titular normalmente.

Geromel e Kannemann em ação juntos na Libertadores — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Geromel e Kannemann em ação juntos na Libertadores — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Mas sofreu uma pancada no pé esquerdo contra o São José, dia 30 de janeiro, nos primeiros jogos do ano, e passou por um procedimento para retirada de edema ósseo no dedão.

A dupla jogou junta pela primeira vez em julho de 2020, já depois da parada no futebol por conta da Covid-19. Ambos, aliás, tiveram a doença ao mesmo tempo, mais um motivo de ausência no time.

Também tiveram problemas musculares em momentos alternados. Geromel, por exemplo, saiu com dores na derrota para a Universidad Católica, pela Libertadores, dia 16 de setembro. Kannemann estava fora pela mesma razão, mas voltou dois jogos depois, no Gre-Nal vencido no Beira-Rio, dia 23.

Só que poucos dias depois, voltou a ser desfalque a partir da testagem positiva para o novo coronavírus. O argentino demorou mais a retornar em relação ao companheiro, mas engatou uma sequência até ter o problema muscular entre o jogo com o Juventude, no dia 5 de novembro, e a convocação para a Argentina.

Geromel e Kannemann fazem tradicional foto após título do Gauchão — Foto: Grêmio/Divulgação

Geromel e Kannemann fazem tradicional foto após título do Gauchão — Foto: Grêmio/Divulgação

A partir de então, ambos jogaram menos de um jogo juntos somando os minutos nos duelos com Santos e São Paulo. Com o problema de Geromel, resta saber quanto tempo mais os gremistas demorarão para ver a dupla reunida.

O Grêmio folga nesta sexta-feira e volta a treiinar neste sábado, às 15h. Encara o Atlético-GO, no domingo, às 20h30, na Arena. Sem a dupla, já que Geromel tem a lesão muscular e Kannemann cumpre suspensão.



Veja também