Andre Silva / Agencia RBS

O Grêmio anunciou oficialmente nesta segunda-feira (1) a renovação de contrato de Pedro Geromel para 2023. Prestes a completar 37 anos, o zagueiro cumpriu a cláusula que previa a renovação automática ao participar de 60% dos jogos do clube na temporada. Ao receber uma camisa com a data do novo vínculo, Geromel afirmou que pretende encerrar a carreira em Porto Alegre.

— Vou encerrar minha carreira no Grêmio. Estou renovando por mais um ano e espero terminar minha carreira aqui. Tive a felicidade de chegar aqui e jogar finais. Queria provar que tinha essa capacidade. Cheguei aqui com 27 ou 28 anos. Não era mais menino. Não tinha ganho um título até os meus 30 anos. Fui convocado para a Seleção, joguei uma Copa do Mundo. Meu exemplo serve para os mais jovens. Quem me proporcionou tudo foi o Grêmio. Tive inúmeras ofertas para sair, mesmo na situação que estamos atualmente, foi a melhor decisão que já tomei — comentou.

Sem conseguir jogar com regularidade na última temporada por causa de lesões, o zagueiro afirmou que a meta em 2022 é apenas garantir o acesso do Grêmio. Na atual temporada, participou de todas as 33 partidas disputadas pelo time titular.

— Meu objetivo é devolver o Grêmio para a primeira divisão. Joguei 30 jogos seguintes e espero jogar esse resto de ano para devolver o Grêmio para a Série A — disse.

om a permanência no Grêmio assegurada para 2023, Geromel também foi perguntando sobre a situação de Kannemann. O argentino ainda não tem permanência garantida e a direção projeta iniciar a negociação apenas no final do ano:

— Cada um tem sua linha, mas tenho certeza que eu e o Grêmio temos vontade dele permanecer. Ele se sente bem em Porto Alegre. É uma questão de tempo até as partes se acertarem.

Com 364 jogos pelo Grêmio, Geromel conquistou no clube os títulos da Libertadores, Copa do Brasil, Recopa Sul-Americana e cinco vezes o Gauchão. Também foi convocado para a disputa da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.



Veja também