Um dos protagonistas nos lances polêmicos de Grêmio x São Paulo, o zagueiro Pedro Geromel se posicionou e cobrou mais transparência no uso do árbitro de vídeo (VAR) no futebol brasileiro.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o capitão do Grêmio foi perguntado sobre o empate do último sábado, no Morumbi, pela 17ª rodada do Brasileirão. O defensor esteve em disputa com Reinaldo dentro da área, em lance que o Grêmio pediu pênalti e não foi revisado pelo árbitro no vídeo.

— Tem que ser mais explícito, mais transparente todo o sistema. O São Paulo reclamou porque foi lesado, e a gente reclamou porque foi lesado. Não quer dizer que tem uma ou outra equipe que está sendo favorecida. Quer dizer que os erros acontecem sistematicamente. Espero que melhorem. O VAR veio para ajudar, espero que essa fase de transição, de aprendizado, passe o mais rápido possível e que ajude o futebol — defendeu o zagueiro gremista.

Pedro Geromel em entrevista no Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Pedro Geromel em entrevista no Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, também pediu uma união dos clubes para pressionar a CBF pela abertura dos áudios e das conversas dos árbitros de vídeo após as partidas. Essa é uma demanda antiga do dirigente gremista.

Nesta quarta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) indeferiu o pedido do Grêmio para anular a partida. O departamento jurídico gremista informou que vai recorrer da decisão.

“Acho que esse assunto já tomou muita parte, a direção já se posicionou à respeito e vamos deixar essa parte com eles” (Geromel)

O Grêmio volta a jogar nesta quinta-feira, pela Libertadores, contra o América de Cali, às 21h30, na Arena. Já classificado, o Tricolor tenta garantir a primeira posição do Grupo E.



Veja também