Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

O Grêmio saiu na frente, cedeu o empate e até martelou. Mas não conseguiu sair do 1 a 1 com o Ypiranga na manhã deste domingo, no CT Hélio Dourado, pela 5ª rodada do Gauchão. Em entrevista após a partida, o capitão Pedro Geromel elogiou a atuação da equipe, mas admitiu ainda sentir a falta de ritmo de jogo ideal.

De acordo com o zagueiro, o Tricolor soube impor seu estilo de jogo durante boa parte dos 90 minutos, mesmo ainda abaixo do ideal. Geromel lamentou, claro, o gol sofrido. Mas reconheceu o mérito do lateral-direito Muriel ao acertar um belo chute de fora da área.

– Eu acho que uma série de situações. A que o mundo vem vivendo influencia diretamente. Mas falar sobre o jogo. O nosso time se impôs, conseguiu tocar a bola, conseguimos impor o ritmo, não o que desejaríamos, mas infelizmente no único chute, posso estar errado, um belo gol deles. A gente trabalhou, eles se defenderam bem e conseguiram segurar o resultado – avaliou.

Geromel diz ainda que a equipe se sentiu bem, mesmo após 12 semanas exclusivas para treinos. Ele admite que a falta de ritmo de jogo acarreta em alguns erros de tempo de bola. Mas garante: pessoalmente, não teve dificuldades tanto hoje quanto no Gre-Nal da última quarta-feira.

– A gente estava se sentindo bem, tivemos 12 semanas. Desde o Gre-Nal, me senti muito bem, consegui correr os 90 minutos, claro que o ritmo de jogo, algumas bolas a gente subiu para cabecear e estava sem tempo de bola. Isso influencia – completou o defensor.

Com o empate o Grêmio segue na liderança isolada do Grupo B com 13 pontos. O Tricolor pode garantir a primeira colocação ainda hoje, desde que o Caxias não vença o Pelotas.

A equipe volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30, para enfrentar o Novo Hamburgo no Estádio do Vale. A partida é válida pela 6ª e última rodada do segundo turno.



Veja também