O técnico do River Plate, da Argentina, Marcelo Gallardo, concedeu entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira e comentou a conversa que teve com o atacante Rafael Borré. O colombiano havia acertado na última semana que iria assinar um pré-contrato para atuar no Grêmio, mas com a demora em definir o seu futuro e com problemas de relação com o empresário do atacante, a direção do Tricolor desistiu da contratação.

“O tema de Borré é pessoal e ele irá tomar uma decisão. Falo muito com ele. Não foi um conselho, mas uma opinião de que se tivesse na posição dele… de que ele tinha que ser convencido (sobre onde atuar) e se não estava convencido, não deveria tomar nenhuma decisão. O importante é que ele está tranquilo para fazer a definição”, revelou Gallardo.

Ao ser questionado se o artilheiro poderia seguir no River Plate, o treinador praticamente acabou com a possibilidade. “Ele tem que manter a calma e deixar que as coisas se sucedam com naturalidade, pois é o seu projeto de vida. River sempre vai ser uma possibilidade para ele. Hoje é muito difícil a gente competir com outros mercados. Ele saberá o que vai fazer, mas com tranquilidade”, concluiu.



Veja também