“Foi meu jogador no Bahia e sempre faz gols”, afirma Renato sobre Jael

Treinador do Grêmio disse que é preciso trazer jogadores de acordo com a realidade financeira do clube

20 de janeiro de 2017 - Às 16:52
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O técnico Renato Portaluppi revelou em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, que a contratação de Jael foi um pedido dele para a direção do Grêmio. O atacante foi atleta do comandante tricolor em 2010 no Bahia e, apesar da desconfiança de parte da torcida e da imprensa, tem total apoio do treinador campeão da Copa do Brasil.

“O único jogador que a diretoria me pediu foi o Beto da Silva, os outros foram indicações minhas. O Jael foi meu jogador no Bahia e sempre faz gols. Não é porque os atletas vêm da segunda divisão que não vão ajudar. Se tiver um atleta que a direção me falar e eu não gostar, ele não virá”, revelou o técnico. “A prioridade é alguém do meio para a frente. Precisamos de um goleador com boas qualidades. O problema é achar alguém no mercado que esteja de acordo com a nossa estrutura financeira. É importante ter no mínimo dois atletas por posição. Eu consigo recuperar jogadores, eu sei fazer isso. Vou o ajudar o Jael. O meu trabalho dá resultados”, afirmou Renato.

Renato confirmou que vem pressionando a direção diariamente para ter mais reforços para o grupo, mas garante que entende as dificuldades que os dirigentes encontram para trazer mais jogadores para o elenco. “Os nomes para contratar nós temos, o problema é a parte financeira. Queria Cristiano Ronaldo e Messi, mas não tem como. Temos que tomar cuidado, porque se trouxer um ou outro mais caro, os salários começam a atrasar. Hoje em dia está tudo organizado e em dia”, declarou o treinador.



Veja também