Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP memória

O foco total do Grêmio é o confronto decisivo das quartas de final da Libertadores contra o Botafogo, por isso, Renato Portaluppi tem priorizado a competição em detrimento do Campeonato Brasileiro. Apesar da garantir que o foco é o mesmo, o treinador tem feito substituições de jogadores importantes quando joga pelo nacional. O desempenho caiu e se refletiu na tabela de classificação.

Em cinco jogos, o Tricolor somou quatro pontos – vitória na a goleada sobre o Sport e empate com o Atlético-PR, na Arena. O resultado colocaria o clube na 17ª colocação de uma hipotética “classificação do returno do Brasileiro”. Os gaúchos só ficam na frente de Bahia, com quatro, e Sport, com um. O Coritiba, que somou dois, enfrenta o Palmeiras, no Pacaembu, nesta segunda-feira, às 20h. Vencendo vai a cinco e “derruba uma posição” o time gremista no returno.

Nos mesmos cinco jogos, o líder Corinthians e o terceiro colocado Santos somaram dois pontos a mais. Após 24 rodadas, o Timão soma 53, o Grêmio tem 43 e o Peixe 41. Grohe acredita que os adversários estão melhores preparados para enfrentar a equipe de Renato Portaluppi.

“As equipes sabem nossa maneira de jogar e estão esperando muito o nosso time, o que dificulta o nosso jogo. Montam duas linhas de quatro e, às vezes, com uma linha de cinco na frente da área, o que fica cada vez mais difícil de penetrar. Certamente, o Renato vai fazer as suas avaliações e nós vamos procurar soluções, pois vamos enfrentar jogos assim. Quarta-feira (contra o Botafogo) acreditamos que será da mesma maneira. Temos que achar as soluções”, declarou Grohe.

Para seguir na Libertadores, qualquer vitória sobre o Botafogo colocará o time na semifinal. Derrota e empate com gols classificam o adversário. No caso de um novo 0 a 0, a decisão será nos pênaltis. O jogo está marcado para quarta-feira, às 21h45min, na Arena.



Veja também